Com leitor virtual jornais podem voltar a ter grande circulação

Blog Single
Aparelhos como o IPad da Appel são a saída para que as versões digitais dos impressos ganhem espaço


Com a expansão da internet no mundo, principalmente a partir de 1994, todos os jornais perderam milhares de leitores. Portais de informação ganham audiência enquanto grandes marcas de veículos impressos perdem circulação a cada ano. Com o lançamento há poucas semanas do IPad, pela Appel, as versões digitais dos jornais podem resgatá-los do limbo.

Antigamente, ao se comprar um jornal, buscava-se uma leitura de fatos importantes, críticas, fotos e anúncios para comprar uma casa, moto ou geladeira. Com a internet, uma notícia chega à rede em poucos minutos depois do fato ocorrido, com imagens que não precisem necessariamente ter qualidade, mas contextualizem o cenário. Em seguida, surgem comentários e análises do ocorrido.

Para adquirir uma casa o melhor é começar pela internet, para facilitar a visualização dos quartos e salas. Essa velocidade e praticidade no acesso da informação atingiu os departamentos comerciais dos jornais e audiências das reportagens. Uma das medidas adotadas pelos impressos, foi uma linha editorial com maior foco analítico, mas eles ainda carregam a fama de notícia velha.

O público alvo do maior jornal do Paraná é formado por homens entre 45 e 65 anos. Uma geração inteira que em 25 anos talvez não esteja viva. Em um portal de informação não se geram apenas leitores, mas ouvintes e telespectadores, pois na internet o público lê, ouve e vê, como é a característica da integração das mídias gerada pela web, um prato cheio para as novas gerações.

Atualmente no Brasil, um serviço de leitura virtual de um jornal na internet está restrito a um computador ou celular, mas com as parcerias de conteúdo entre as operadoras de celular e internet móvel, com aparelhos tipo IPad, um estudante poderá acessar as notícias de um jornal no ônibus, e um empresário ficará atualizado com um artigo financeiro à beira da praia.

Em São José dos Pinhais, o proprietário do Nosso Jornal, Niwton Geraldo, é um dos empresários da área de impressos que está de olho na informação eletrônica. “É o futuro e não temos como ir contra o futuro”, fala Niwton Geraldo, que também dispõe um conteúdo de rádio para seu público, na Rádio Nosso Jornal, no endereço www.radionossojornal.com. Entre os grandes jornais do País, o primeiro a apresentar uma versão digital para o IPad foi o Estado de São Paulo.

Na opinião da jornalista Carol Zanon Nascimento, que também trabalha em São José dos Pinhais, diferente das mídias tradicionais, como rádio, TV e meios impressos, na internet a comunicação é feita de forma direta. "A mensagem é construída tanto pelo emissor, quanto pelo receptor. Esta interatividade faz da rede de computadores, ou hipertexto/hipermidia como é chamada por pesquisadores da área, uma ferramenta realmente inovadora. Aparelhos como iPad, iPhone, Blackberry e afinstrazem para a palma da mão todo o hipertexto contido na internet", comenta a jornalista.

Ainda segundo Carol Zanon, a velocidade na troca de informações é acelerada a cada nova invenção. "Os jornais online ganham com isso, porém precisam estar cientes de que a linguagem é diferente da usada em mídias tradicionais. Precisam ser mais ágeis e de fácil interação, concedendo espaço para blogs e mídias sociais, como o twitter e facebook, além de reportagens especiais e aplicativos para versão mobile (celular)", conclui Carol Nascimento.


Especificações técnicas do IPad
Altura: 9,56 polegadas (242,8 mm)
Largura: 7,47 polegadas (189,7 mm)
Espessura: 0,5 polegada (13,4 mm)
Peso: 1,5 libras (0,68 kg) - modelo Wi-Fi
1,6 libras (0,73 kg) modelo Wi-Fi + 3G
Tela Multi-Touch widescreen brilhante de 9,7 polegadas (diagonal), retroiluminada por LEDs, com tecnologia IPS
Resolução de 1024 por 768 pixels, 132 pixels por polegada (ppp)
Revestimento resistente à impressão digital e oleosidade
Suporte a vários idiomas e caracteres simultaneamente
Unidade de memória flash de 16GB, 32GB ou 64GB
Processador Apple A4 de 1GHz de alto desempenho e baixo consumo de energia em um chip, desenvolvido especialmente para o iPad
Wi-Fi (802.11a/b/g/n)
Tecnologia Bluetooth 2.1 + EDR
UMTS/HSDPA (850, 1900, 2100 MHz)
GSM/EDGE (850, 900, 1800, 1900 MHz)
Somente dados2
Wi-Fi (802.11a/b/g/n)
Tecnologia Bluetooth 2.1 + EDR

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: