Nova política pública de saúde traz benefícios para a população são-joseense 05-May-10

Atendimento à população será focado nas particularidades de cada comunidade


A Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Pinhais está iniciando o processo de descentralização da saúde em São José dos Pinhais com a mudança de sede de suas diretorias de saúde. A ideia é que, o mais rápido possível, todas as diretorias já estejam colocando em prática o processo de regionalização, atuando diretamente em cada comunidade. “Esse trabalho de reformulação na política pública de saúde, coordenado pelo Armando Raggio, tem como principal objetivo trazer para cada bairro, cada comunidade, cada cidadão, a garantia de um serviço de saúde de qualidade e mais próximo da realidade de cada um”, afirma o prefeito Ivan Rodrigues.

A mudança faz parte da reforma na política pública de saúde do município, na qual a ideia é tornar o acesso à saúde mais fácil e humanizado, realizando o chamado processo de descentralização da saúde. Na prática, esta mudança irá tirar do Centro da cidade a responsabilidade de atender todo o município quando houver a necessidade de consulta com um especialista, passando a atender somente a comunidade que reside no entorno, assim como nas outras seis regiões estratégicas em que o município foi dividido. “Esse novo conceito é tão singelo, mas era tão difícil de acontecer. E agora está acontecendo. Antes o que se via, era um exagero tecnicista, que acabava inibindo a prática. Agora, estamos buscando tornar a saúde mais horizontal, sem muitas hierarquias e realizando o acolhimento sujeito a sujeito, recuperando assim a dimensão humana”, ressalta o secretário municipal de Saúde, Armando Raggio.

Na Unidade de Saúde São Marcos, por exemplo, já está funcionando a Diretoria de Saúde Sul, na qual serão centralizados os serviços administrativos e que dizem respeito aos serviços gerais das unidades de saúde da região. “Com essa ação, estamos trazendo as ações da Secretaria para mais perto dos pacientes. Antes, a saúde de São José dos Pinhais estava toda segmentada e as ações não aconteciam. Agora, com a descentralização, o acesso é facilitado, e a mudança já está sendo sentida pela população”, afirma o diretor Adolfo Bareiro, da Diretoria de Saúde Sul, que compreende os bairros São Marcos, Campo Largo da Roseira, Contenda, Malhada, Faxina e Castelhanos.

Também na região do Afonso Pena já está funcionando a diretoria de Saúde do Afonso Pena, que atende cerca de 60 mil pessoas e que está passando por um novo processo de implantação do Programa de Saúde da Família, que visa trazer para dentro das unidades de saúde o dia a dia das famílias e das comunidades. “Essa nova política tem como filosofia a proximidade com os problemas de saúde do local, com suas particularidades. Além disso, diminui a burocracia de muitas ações, uma vez que cada diretoria tem uma autonomia maior de resolução. Também com a saúde descentralizada, há uma facilidade até mesmo de deslocamento para a população”, afirma Humberto José Batista Picanço, coordenador da Diretoria de Saúde do Afonso Pena.


Benefícios para a população
Com as mudanças na política pública de saúde, a população irá ganhar também. Como no processo de descentralização o Centro da cidade deixa de ser o referencial no atendimento, as novas diretorias e suas regiões estão ganhando novos profissionais, atendendo a uma demanda que é clara no município. “São José dos Pinhais em pouco tempo teve um crescimento jamais pensado. Essa descentralização, portanto, está recuperando a atitude adequada para os problemas da sociedade. Mas nós sabemos que esse trabalho ainda não é o suficiente. Mas é, pelo menos, um começo”, diz Raggio.

Com essa nova formatação, a Unidade de Saúde São Marcos, por exemplo, ganhou novas especialidades, como fisioterapeuta, nutricionista, psicólogos, fonoaudiólogo e assistente social, a maioria com carga horária de 40 horas semanais, e que irão dividir essa carga entre atendimento à comunidade no posto de saúde e trabalho realizado em campo, na comunidade, efetuando uma espécie de triagem. Segundo Raggio, todas as diretorias de saúde do município irão ganhar novos profissionais, trazendo para o dia a dia das comunidades são-joseenses um trabalho de saúde mais humanizado e condizente com a real necessidade de cada localidade.

Assessoria de Imprensa Prefeitura de São José dos Pinhais