Na estreia da Seleção poucos estabelecimentos comerciais abertos em SJP

Blog Single
Em São José dos Pinhais, quando o juiz apitou o início da partida entre os times do Brasil e Coréia do Norte na África do Sul, às 15h30, praticamente todo o comércio do centro da cidade estava fechado. Na Rua XV de novembro, a cada 20 lojas apenas uma estava aberta. Além dos bancos, que haviam anunciado o encerramento das atividades com antecedência, supermercados, grandes lojas de varejo e lanchonetes desceram as portas cerca de 30 minutos antes. Um funcionário da farmácia mais tradicional do município contou que o local sempre funciona em horário de jogo.

A Farmácia do Sebastião está localizada na Rua XV de Novembro desde 1977. Reginaldo Domingues já trabalhava no local na época da Copa da França, em 1998. “Aqui não fecha por causa do jogo, e também foi assim em 2002, 2006 e hoje”, conta o farmacêutico.

Ainda segundo Reginaldo, quem entra para comprar nas duas horas da partida são principalmente mulheres idosas. “Elas dizem que não gostam de futebol, ao contrário da gente, que está sempre com a tv ligada”, diz Reginaldo Domingues.


Diminuição de ônibus
De acordo com as empresas de ônibus de São José dos Pinhais, nos jogos do Brasil as linhas ganham um reforço no número de veículos duas horas antes dos jogos. No momento da partida poucos ônibus circulam e o aumento da frota é retomado após o término da disputa.

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: