Eleição segue sem problemas em SJP

Blog Single
O frio e a forte garoa que persistiram durante toda a manhã deste domingo, 03, não impediram grande parte dos eleitores de São José dos Pinhais a efetivar seu voto antes do almoço. A maior zona eleitoral da cidade - que fica no Colégio Tiradentes, na Borda do Campo - teve um número expressivo de votantes, que já formavam fila a partir das 7h30. Apesar da grande movimentação, nenhum problema com urnas ou eleitores foi registrado no local pela manhã. Até o meio dia, ninguém foi preso por crime eleitoral e nenhum princípio de tumulto foi registrado pela polícia. Durante todo o dia, 162 mil eleitores devem registrar seu voto em São José dos Pinhais.

Com 28 seções, a zona 199ª é a que registra o maior colégio eleitoral do município - O Colégio Tiradentes . São 8,107 mil votantes, atendidos hoje por 93 trabalhadores da Justiça Eleitoral. “Até agora não tivemos problemas com urnas ou pessoas. Registramos um grande número de votos pela manhã mas muita gente ainda vem a tarde”, conta o secretário eleitoral João Batista Silva, lembrando que para votar é preciso apenas apresentar um documento com foto, não sendo obrigatório o Título de Eleitor.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São José dos Pinhais estima que cerca de 230 pessoas darão apoio aos mesários dos 80 pontos de votação e 455 seções eleitorais. Cada sessão tem quatro convocados preparados para receber 162.906 eleitores.

Para as três zonas eleitorais do município (8ª, 199ª e a 200ª) o TRE espera 1.820 mesários nas sessões. Também vão trabalhar técnicos responsáveis pelo funcionamento das urnas, sendo funcionários do TRE e de empresas terceirizadas. Além de fiscais dos partidos políticos.


Voto cidadão
O voto é permitido, no Brasil, para maiores de 16 anos, mas obrigatório depois dos 18. Idosos com mais de 75 anos não precisam votar. “Eu não precisaria mais votar, mas faço questão porque sou um cidadão e meu voto é muito importante. Enquanto eu estiver andando, vou votar”, garante o aposentadoo Generoso Rocha, 76 anos, que mora em uma casinha dentro do Colégio Tiradentes.

Mesmo sem andar, em uma cadeira de rodas, dona Uria Holanda, de 83 anos, também faz questão do seu voto. “O meu voto é importante porque eu penso e escolho muito bem meus candidatos. Voto em quem pode melhorar esse país”, ressalta a aposentada.

A jovem Leisiane Souza, de 16 anos, igualmente vê no voto grande importância social. “Mesmo não sendo obrigada, eu quis votar. Acho importante porque tenho a chance de escolher meu candidato e colaborar para melhorar o futuro do nosso país”, diz. “Só acho que as pessoas devem se informar muito bem sobre seus candidatos antes de votar pois muitos falam mas poucos fazem. A internet é uma boa ferramenta descobrir quem realmente fez.”

[PautaSJP.com jornalista Mauren Lucrecia]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: