Com relação ao 1º turno, 5% a menos de eleitores de SJP votaram

Blog Single
Em São José dos Pinhais, na eleição de ontem (31), houve diminuição no número de eleitores de São José dos Pinhais em relação ao 1º turno. São 162.906 eleitores que votam em 455 seções distribuídas nas zonas eleitorais número 008, 199 e 200. No dia 03 de outubro, na eleição de deputados, senadores e governador, a abstenção foi de 13,73%. No segundo turno o não comparecimento teve acréscimo de 5%, que gerou mais de 17% de faltosos. Porém, menor que a média nacional de 21,50%, com 29.194.356 eleitores faltosos pelo País. No resultado final da cidade, com a eleição presidencial de Dilma Roussef no Brasil, deu José Serra.

No dia 03 de outubro a diferença entre os dois candidatos foi de apenas 2%, favorável para a candidata do PT, Dilma Roussef, com 52.569 votos, seguida pelo candidato do PSDB, José Serra, que obteve 49.960 votos. Marina Silva (PV) teve 26.838 votos. Ontem, Serra fez 64.887 e Dilma 61.542, pouco mais de 5% de diferença em favor do candidato tucano, que deu o troco no município.


Feriado não é desculpa
A professora de escola particular Rosilda Rocha mora no centro de São José dos Pinhais. Ela votou no Colégio Bom Jesus e validou o voto. Sobre a disposição em votar Rosilda comentou que o feriado não seria desculpa. “Quem quis viajar poderia ter votado no domingo cedo”, comentou Rosilda Rocha.

Segundo a secretária de prédio indicada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São José dos Pinhais, Pauline Ferreira de Sousa, a maioria das justificativas era de eleitores que votam em São Paulo. “A grande parte de justificativas foi de eleitores de São Paulo, fato que não ocorreu tanto na eleição do dia 03 de outubro”, avaliou Pauline de Sousa.

Entre as pessoas que justificaram estava uma eleitora de Cornélio Procópio, Dagmar Hannouche. “Eu vim morar em Curitiba e hoje estou visitando a minha sogra em São José dos Pinhais, então aproveitei para justificar, mas quero transferir o voto na próxima eleição”, promete Dagmar Hannouche.

No Colégio Arnaldo Jansen, onde votam mais de 4 mil pessoas, o morador do centro, José Nogoseki, votou em branco. “Uma questão de falta de opção”, resumiu José Nogoseki.

[PautaSJP.com]

Compartilhe esta notícia no Facebook: