Condomínio irregular é interditado pela Prefeitura de SJP

Blog Single
Obras em qualquer cidade possuem placas de engenheiro responsável. Um condomínio em construção, de cerca de 5 mil metros quadrados, na Rua Palmital, no bairro Ipê (Jardim Luci), não tem placa e qualquer autorização para funcionar, segundo fiscais da Prefeitura de São José dos Pinhais. Entre as irregularidades, o tamanho mínimo para novos lotes, de 125 metros quadrados, não foi respeitado. O site da empresa Imo House & JR Imobiliária, que já teria vendido mais de 50% dos terrenos, divulga que os espaços possuem apenas 75 metros quadrados.

Ontem (20), fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo interditaram a área. De acordo com a chefe de divisão de fiscalização Raquel Felipe, é como se o local ainda estivesse ocupado pelo mato. “Os órgãos competentes como a Prefeitura e o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia Paraná (Crea-PR) não possuem a obra cadastrada”, diz Raquel Felipe.

O proprietário do projeto, que também é o dono da imobiliária, Orniz Cunha Junior, fala que existem atrasos na documentação, mas tudo está sendo providenciado. “Há poucos dias recebi uma notificação para não vender mais os lotes, e isso não significa de parar com a obra”, questiona Orniz Junior, que comercializa os terrenos por R$ 34.900, valor considerado abaixo do mercado por outras imobiliárias, conforme a região.


Continuação da reportagem
Na próxima segunda (23), o PautaSJP.com traz o receio de um comprador de lote que investiu cerca de R$ 80 mil e está preocupado com o futuro de seu imóvel. Também na continuação da reportagem, um corretor imobiliário dá dicas de como se precaver quanto a projetos considerados irregulares.

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: