Prefeitura de SJP vai pedir terrenos ociosos do Prata da Casa

Blog Single
A Prefeitura de São José dos Pinhais comunicou, na reunião com a comunidade do São Marcos na última quinta (24), que vai pedir os terrenos dos empresários que não investiram no Programa Prata da Casa. Por meio deste projeto subsidiado pela Companhia de Desenvolvimento de São José dos Pinhais (Codep), empresas adquiriam, em 2004, 12 terrenos no Bairro Barro Preto. Segundo um empresário que faz parte do programa, apenas seis, dos 12 lotes voltados ao desenvolvimento empresarial, funcionam plenamente. Algumas áreas estão completamente vazias e possuem apenas grades e muros.

O assunto da devolução dos terrenos e pagamento de multa, devido a quebra contratual, foi comentado aos participantes da reunião pelos secretários municipais Christian Bundt, de Indústria, Comércio e Turismo, e Leone Leal, de Assistência Social. O contrato com a Prefeitura, via a Codep, especifica que após um ano da aquisição do terreno o local deve começar a produzir.

O Programa Prata da Casa foi criado pela Prefeitura em 1996, com o objetivo de vender terrenos subsidiados para o crescimento econômico do bairro Barro Preto, e re-locação de empresas que não se enquadravam mais no novo zoneamento do Plano Diretor e se encontravam em bairros residenciais.

Um dos participantes do encontro no São Marcos era o proprietário da Ronimar Móveis, Eroni Sebben, que comprou um lote em 2004 e montou uma fábrica de móveis. “Espero que neste ano a Prefeitura faça valer o contrato, que impede a especulação imobiliária”, questiona Eroni Sebben.

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: