PMDB confirma Rodrigo da Rocha Loures pré-candidato em SJP

Blog Single
O presidente da Executiva Municipal do PMDB em São José dos Pinhais, Nedson Karam, confirmou nesta semana a pré-candidatura do ex-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Rodrigo da Rocha Loures, como a terceira via na corrida eleitoral para a Prefeitura da cidade. A novidade antecipa a escolha da oposição, ainda em dúvida quanto ao lançamento entre os deputados Leopoldo Meyer (federal-PSB), Luis Setim (federal-DEM) e Francisco Bührer (estadual-PSDB). O grupo da situação é o prefeito Ivan Rodrigues (PSD).

Rocha Loures é proprietário da empresa Nutrimental. Com a pré-candidatura o empresário surpreende os partidos, pois no dia 10 de abril, em evento sobre cidadania no Instituto Luz da Vida, na sede do Senai de São José dos Pinhais, ele negou firmemente que teria a intenção de entrar para a política como pré-candidato.

De acordo com Karam, a executiva tem conversado com diferentes grupos para compor uma campanha eleitoral e sempre defendeu a ideia de candidatura própria. “Fazemos parte de uma das maiores legendas do País e buscamos um representante do partido. O Rodrigo da Rocha Loures é um empresário de sucesso e um nome de grande credibilidade para ocupar este espaço de pré-candidatura”, diz Nedson Karam.

Sobre o fato de Rocha Loures residir na cidade de Pinhais, Karam fala que entende este questionamento. “O que interessa é a sede da empresa dele que é em São José dos Pinhais e há muitas décadas gera emprego para a cidade”, comenta o presidente regional do PMDB.

O PautaSJP.com procurou Rodrigo da Rocha Loures para uma entrevista e foi informado que ele está em viagem ao se preparar para a Rio + 20, Conferência da ONU que será realizada em junho no Rio de Janeiro.


Últimas eleições
Nas eleições de 2004 o PMDB, por meio do então vereador Nedson Karam, comandou o bloco de oposição contra o candidato Leopoldo Meyer (PSDB na época), que fazia parte da dobradinha PSDB com PFL (atual DEM). Meyer foi eleito com apoio do ex-prefeito Luis Setim.

Quatro anos depois, o PMDB, com intervenção do governador Roberto Requião, deixou de ser oposição à Prefeitura e Karam saiu na coligação do PSDB como candidato a vice-prefeito, mas o grupo perdeu nas urnas para a coligação de Ivan Rodrigues, que na época era do PTB.

PautaSJP.com





Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: