Alunos do Colégio Silveira da Motta participam da I Jornada Profissional

Blog Single
Durante três dias estudantes do “terceirão” vão acompanhar depoimentos e discutir questões como o vestibular e escolha de uma carreira de trabalho

O Colégio Estadual Silveira da Motta promove até sexta-feira, no plenário da Câmara Municipal, das 19h às 22h, a I Jornada Profissional, voltada a todos os alunos do terceiro ano do Ensino Médio, noturno, que concluirão o curso ao final de 2008 e pretendem fazer vestibular.
A programação se iniciou ontem à noite. Haverá uma pausa nesta quarta-feira, e os depoimentos e palestras com profissionais de diferentes áreas, e representantes de órgãos de capacitação, retornam na quinta e sexta-feira.
De acordo com a idealizadora da iniciativa, a professora de matemática Jamile Poerner, o mercado de trabalho não diferencia mais quem possui o Ensino Médio. “Queremos mostrar para os estudantes que em São José dos Pinhais existe uma boa oferta de emprego, mas é necessária a qualificação em um curso técnico ou faculdade, e por isso agendamos a presença de profissionais formados, representantes do Sine – Agência Estadual de Emprego, das faculdades, e pessoas que possam dar informações sobre o Enem, Prouni e outros programas da área de educação”, contou a professora.
A I Jornada Profissional conta com apoio do Sine, CIEE – Centro Integrado Empresa Escola, e Secretaria de Estado da Educação. Entre os profissionais que palestraram ontem, estava o médico ortopedista Alcione Vercesi e o médico veterinário Alessandro do Canto. Informações 3382-1241 e silveiramotta@pop.com.br.

Meninas querem jornalismo e engenheira mecânica
As amigas e colegas da turma 3º E, do Colégio Silveira da Motta, de 16 anos, Thaymara Abade, moradora no bairro Jardim Ipê, e Cintia Senek, da Cidade Jardim, adoraram as explanações dos médicos porque não imaginavam o quanto é importante gostar da profissão. “Não pensava que existiam tantas dificuldades no início dos estudos e trabalho, então tem que ter muito amor à profissão para superar os problemas”, disse Cintia, que faz alguns trabalhos como modelo mas pretende cursar jornalismo ao final do ano, “eu sei que preciso garantir uma carreira, pois a área de publicidade é muito difícil”, disse a aluna.
Para a estudante Thaymara o vestibular é uma etapa que a deixa um pouco nervosa. “Acredito que passar em uma faculdade gratuita é mais tranqüilo para trabalhar com o que a gente escolheu, mas se formar em uma faculdade paga, pode significar muito trabalho em outras áreas para custear os estudos”, comentou Thaymara, que pretende cursar engenharia mecânica, “eu adoro tudo o que tem a ver com carros, motores, como o programa Auto Esporte na Globo, e sempre que posso vou às provas de arrancadão”, falou a jovem.

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: