Processos no TRE de partidos de SJP atrasam campanhas nas ruas

Blog Single
[Atualizado dia 19 de julho]

Com 12 dias desde que a propaganda política partidária foi liberada, São José dos Pinhais não vive clima de eleições nas ruas. Ao contrário de 17 de julho de 2008, ontem (17), a sensação de que o processo eleitoral começou ocorre apenas por meio de algumas propagandas individuais de candidatos a vereador. O atraso nas campanhas acontece devido aos julgamentos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) quanto as coligações que envolvem as legendas PMDB-PV-PSD. As coligações que representam os candidatos a prefeito Luiz Carlos Setim, Rodrigo da Rocha Loures e Ivan Rodrigues encaminharam comunicados ao PautaSJP.com e à imprensa em geral.

A coligação do ex-vereador Marcos da Vidofer, do PV, como candidato a vice-prefeito na chapa com Rodrigo da Rocha Loures (PMDB) está sendo questionada na Justiça por membros do ex-diretório municipal do PV.

Segundo uma fonte e líder partidário que atua diretamente em campanha no município, a definição tardia das oposições fez com que o planejamento de gastos eleitorais fosse organizado para 90 dias, mas este atraso deixará a corrida eleitoral ainda mais rápida. “Agora serão praticamente dois meses, de agosto a setembro, ou seja, tudo concentrado em poucas semanas. Se uma coligação estiver na rua e for anulada os santinhos, cartazes, placas e faixas terão que ser recolhidos, o que é prejuízo”, explica o correligionário.

O julgamento definitivo destas situações deve ocorrer em breve pelo TRE e o cenário de calma nas ruas irá mudar. “Eu não senti falta da movimentação de propaganda dos candidatos, até porque é melhor, pois deixa a cidade menos poluída visualmente”, avalia o investigador policial, Antonio Carlos Spíndola, morador do centro da cidade.

Nesta quinta (19), representantes da coligação dos partidos do candidato Ivan Rodrigues entraram em contato para afirmar que o processo no TRE não tem nada a ver com o partido de Ivan, o PSD, conforme noticiado ontem pela reportagem.


Comunicados Setim, Rocha Loures e Ivan
A coligação União Por São José (PSDB-DEM-PSB-PTB-PP-PTdoB-PRP) enviou nota ao site PautaSJP.com em que nega qualquer recurso em andamento no Tribunal Regional Eleitoral quanto a processo, por parte de outras coligações, a respeito da participação do PSDB na coligação do candidato a prefeito Luiz Carlos Setim, referente a informações publicadas na reportagem ontem.

Quanto as campanhas de rua não terem começado, o documento da União Por São José trata a questão como parte da programação definida pela coordenação de marketing da coligação.

Também por meio de nota, a assessoria política de Rodrigo Rocha Loures informa para a imprensa em geral que 'o pedido de impugnação da candidatura do vice-prefeito na coligação PMDB/PV, Marcos da Vidofer, presidente municipal do Partido Verde, está sob análise do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, sendo que o Partido Verde já entrou com recurso eleitoral para manter a atual composição, definida com base no estatuto do partido'.

A nota do PSD veio acompanhada de cópia da decisão do juiz eleitoral da 8ª Zona, Ricardo Augusto Reis de Macedo, que suspendeu o registro da candidatura da coligação PMDB-PV em São José dos Pinhais. 'A decisão liminar acatou pedido do presidente da executiva municipal do Partido Verde (PV) de São José dos Pinhais, Gelcines Rodecz, e do 1º vice-presidente, Paulo Roberto Della Giacomo, que exigia a manutenção do apoio à chapa do prefeito e candidato à reeleição Ivan Rodrigues definida em convenção oficial da executiva municipal do PV em 23 de junho', informa o documento.


2008
Em 2008, na segunda quinzena de julho, o PautaSJP.com trazia informações das eleições que já tinham ganhado as ruas de São José dos Pinhais. A falta de informações, conforme matéria na época, era apontada na internet com as páginas dos candidatos a prefeito e vereadores.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: