PautaSJP.com entrevista José Augusto, do Partido Comunista Brasileiro

Blog Single
José Augusto Rodrigues mora no Jardim Ipê. Ele é filho de agricultores e em 1988 veio da cidade de Pontal do Paraná onde trabalhava em um jornal do Litoral. Em São José, possui um jornal voltado à comunidade. Após ter concorrido, em eleições anteriores, a vereador e deputado federal, participa do processo como candidato a prefeito. Na posição de candidato com menos dinheiro para investimento, entre os cinco postulantes ao cargo, José Augusto fala ao PautaSJP.com que sua retórica, com base nos ideais do Partido Comunista Brasileiro, pode ganhar força no último mês e quem sabe a Justiça Eleitoral vai impugnando as candidaturas dos grandes candidatos e ele chega lá. Neste sábado (01), às 22h, José Augusto deve estar com os demais concorrentes à Prefeitura de SJP no debate ao vivo na TV Bandeirantes, canal 02 .

PautaSJP.com - Como é fazer uma campanha sem recursos, pois mesmo na frente da sua casa não há placa que lhe mostre como candidato?
José Augusto - Tenho falado que a minha campanha é humilde e franciscana, mas objetiva. Faremos 200 jornais com o nosso plano de governo. Eu utilizo da melhor forma possível o espaço nas rádios durante o programa eleitoral para falar das nossas propostas nas áreas da Saúde, Segurança e Turismo.

PautaSJP.com - Como são essas propostas?
JA - Vamos construir um hospital de base para atender com qualidade toda a população, pois São José dos Pinhais é uma cidade rica que tem recursos e o que falta é a vontade de fazer. No município a Saúde dá dinheiro e não é para o povo, pois tem dono de farmácia que é vereador e outro que já foi vice-prefeito. O que importa são pessoas comprometidas com a população. Tem dia que as notícias de uso indevido dos recursos em hospitais falam de 4 e no outro dia de 40 milhões, quanto a isso não sei, mas o que eu sei é da falta de atendimento para o povo. A farmácia com medicamentos para a população que planejamos funcionará 24h.

PautaSJP.com - Os bairros da periferia apresentam grande demanda de investimentos na Segurança, o que pensa a respeito?
JA - Tem que ter policiamento dos órgãos de segurança e principalmente da Guarda Municipal. Aliás, a Guarda Municipal deveria ter prendido o prefeito que derrubou a sede da Prefeitura. Nós valorizamos a Cultura.

PautaSJP.com - Sobre as outras áreas o que o senhor planeja para a cidade?
JA - São José dos Pinhais tem muitos locais de invasão e não é certo pegar as famílias e levá-las embora. Acho que todo projeto de relocação deveria construir moradias onde elas já estão acostumadas a viver. Se for o caso, desapropria e constrói um condomínio. Na Educação queremos aumentar as escolas de base. O transporte coletivo é um jogo de interesses, pois o ex-prefeito gosta da maior empresa e o atual prefeito comprou ações da outra. Na indústria vamos fortalecer a economia e investir em áreas em que não há investimento como o Turismo. Mas, para fazer tudo isso, temos que colocar em prática a ideia de uma Prefeitura com 100% dos cargos preenchidos por servidores.

PautaSJP.com - Essa ideia de apenas funcionários públicos no governo não inviável quando pensamos que se um dia os servidores municipais entrarem em greve não haverá ninguém para abrir a porta da Prefeitura e recolher o lixo, por exemplo?
JA - Acredito que não, porque em certas profissões, conforme estabelecido nas leis federais, é ilegal uma paralisação de 100% dos servidores.

PautaSJP.com - Para conseguir apoio do seu partido para tantos projetos não seria mais fácil sair candidato a vereador?
JA - A gente pensa que o Partidão [PCB] já mostrou a cara combatendo o capitalismo e grupos oligárquicos locais, mostrando propostas para a Saúde e administração que um dia vão germinar.

PautaSJP.com - A tentativa de impugnação da recente pesquisa DataCenso divulgada nesta semana tem o seu nome, como foi isso?
JA - Representei contra, dia 26, ao meio dia, e a pesquisa foi divulgada no jornal, que contratou a pesquisa, dia 28 de agosto. A Justiça Eleitoral entendeu que a metodologia não preenchia as questões sócio econômicas. E o instituto está irregular.

PautaSJP.com - Neste assunto de cartório eleitoral, parece que o senhor registrou o plano de governo?
JA - Com a vitória nesta eleição, tanto eu quanto o candidato a vice-prefeito pelo PCB, se não aplicarmos o plano de governo que foi registrado em cartório, com o número 235001, nós seremos obrigados a renunciar.

PautaSJP.com - Qual o critério de escolha do seu candidato a vice-prefeito?
JA - O Jorge Fagundes é integrante da Executiva Estadual do PCB e muito do que colocamos no plano de governo faz parte das nossas discussões para a melhoria da cidade.


Fim da primeira série de entrevistas com candidatos
O PautaSJP.com, como proposta de imparcialidade e respeitando a lei eleitoral que preza o mesmo espaço para todos os candidatos a prefeito, finaliza a primeira série de entrevistas. A próxima série com os cinco candidatos ocorrerá mais perto das eleições de 07 de outubro. Encontros importantes, como o debate da Bandeirantes amanhã, também farão parte de reportagens políticas.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: