Não acredito em alma penada, mas que havia uma força estranha no armário, ah... tinha sim 03-Dec-12

Notas do cotidiano sobre SJP e outras cidades metropolitanas, via o jornalista Marcos Rosa Filho

[Fotos PautaSJP.com]

Recentemente, o Fantástico mostrou na Rede Globo histórias de pessoas que viram fenômenos sobrenaturais. Amigos que sabem de uma experiência que eu passei perguntaram de novo, então resolvi mostrar a cena que um dia me apavorou. Era o ano de 2000, trabalhava como jornalista em um jornal na editoria de internet, em São Paulo, e dividia o quarto de um antigo hotel, na Avenida Matarazzo, no bairro Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista, com três designers gráficos do jornal.

Os meus parceiros estavam dormindo e quando comecei a pegar no sono escutei um barulho que parecia a janela abrindo e fechando sem parar. Dormia de cara com a parede e quando olhei a janela, tipo de correr, ela estava fechada e o barulho, de algo abrindo e fechando, continuava forte. Ao virar o rosto e ver o armário na entrada do quarto, que era um móvel bem antigo, daqueles que tem um buraco de respiro para diminuir a umidade, a porta abria e fechava sozinha, como se alguém a estivesse puxando rapidamente para os lados.

A história continua no endereço eletrônico do PautaRMC...

PautaSJP.com