Governo do Paraná se posiciona perante protestos


Ontem (18), manifestações se espalharam por outras cidades paranaenses. Em São José dos Pinhais, movimento está marcado para sábado (22).

Blog Single Comentário de Richa sobre protestos ocorreu em coletiva à imprensa no Palácio de Governo. Foto: Jonas Oliveira
Após as manifestações e protestos em Curitiba, as passeatas contra o alto custo da passagem de ônibus e de vida em geral, e contra a corrupção, se espalharam por outras cidades paranaenses. Ontem (18), foi a vez de Maringá e outros municípios do interior. Em São José dos Pinhais, por meio das mídias sociais, o movimento está marcado para sábado (22), às 15h, na Rua XV de Novembro, no monumento da Caixa de Água. Também ontem, o governador do Estado, Beto Richa, se pronunciou favorável aos protestos.

“Apoio as manifestações públicas em prol dos interesses da população, mas que os atos de vandalismo registrados na última segunda-feira, contra o Palácio Iguaçu, merecem repúdio pois não representaram a vontade da maioria das pessoas”, disse Beto Richa.

O governador ainda falou que as passeatas em outras cidades do Estado e do País tem todo o apoio e reconhecimento do governo estadual. “Foi como uma panela de pressão que explodiu. Dentro continha muitas insatisfações da população, acumuladas ao longo dos últimos anos”, destacou Richa.

A Polícia Militar investiga fotografias e filmagens registradas durante a manifestação de cerca de 10 mil participantes em Curitiba e a tentativa de invasão do Palácio. Policiais do serviço velado, à paisana, acompanharam e monitoraram as ações durante o ato. “A polícia atuou para garantir a ordem e a segurança das pessoas e do patrimônio público. Quem praticou vandalismo será identificado e enquadrado no Código Penal”, afirmou o secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques.

Yuri Sfair, 26 anos, Ricardo Lacerda Franzen, 20 anos, Vinícius Maschio, também de 20 anos, e Alexandre Henrique Tostes Santana, 37 anos, foram autuados por crime contra o patrimônio público. Cristian Nelson do Nascimento, 19 anos, Weslen dos Santos Camargo, da mesma idade, e Pedro Henrique Ribeiro Barbosa, 29 anos, foram levados para a delegacia, assinaram termo circunstanciado por desacato e foram liberados.


Pelo País
A mobilização de mais de 200 mil pessoas ganhou as ruas de 11 capitais do Brasil na última segunda (17). Um dia depois, cinco municípios anunciaram redução no valor da passagem: Porto Alegre (RS), Blumenau (SC), Cuiabá (MT), João Pessoa (PB) e Recife (PE).


PautaSJP.com e informações do governo do Estado

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: