Com redução para R$ 2,70 na Capital, urbana 0,20 mais cara

Blog Single
Desde a criação da Rede Integrada de Transportes (RIT) pelo governo do Paraná, que passou a regulamentar a passagem de ônibus nas cidades metropolitanas, foram pouquíssimas vezes que o valor da tarifa ficou igual ou maior que o serviço da URBS, que compõe a rede de Curitiba e algumas cidades vizinhas. Com a redução anunciada ontem (20), pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, de R$ 2,85 para R$ 2,70, o preço em São José dos Pinhais, nas linhas urbanas, no dinheiro, está R$, 2,90, ou seja, R$ 0,20 mais caro do que na Capital. Com o cartão eletrônico a tarifa é R$ 0,10 mais barata, a R$ 2,60. Nas linhas metropolitanas o custo em dinheiro é R$ 2,70.

No dia 16 de junho, os usuários das linhas de ônibus da rede metropolitana que não está integrada com Curitiba começaram a pagar R$ 0,10 a menos na passagem. A redução foi determinada pelo governo do Estado como resultado da isenção da cobrança do ICMS sobre o óleo diesel do transporte e também da queda do PIS e da Cofins para o setor, determinada pelo Governo Federal em junho. A medida em São José dos Pinhais não alcançou o pagamento em dinheiro, somente para quem possui o cartão. O bilhete eletrônico pode ser feito gratuitamente nos terminais de ônibus.

Curitiba é uma das capitais e cidades do País que reduziram a tarifa devido aos protestos contra custo do transporte coletivo e outras reivindicações. Também ontem, a estimativa é que em cerca de 100 municípios, que somam mais de um milhão de manifestantes, foram às ruas com mensagens contra a corrupção entre outras queixas do Poder Público.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A APAE – ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS de São José dos Pinhais vem, através desta nota, trazer a público algumas informações e esclarecimentos acerca do evento “A FESTA DO PINHÃO” – 14ª edição que ocorrerá nos dias 05, 06 e 07 de julho próximos, bem como, sobre a grave situação financeira da entidade.
Atualmente a APAE atende 300 portadores de necessidades especiais, sendo que, existe uma fila de espera que supera a casa de 80 vagas.
Infelizmente apresentamos um déficit orçamentário de R$ 180.000,00 (cento e oitenta mil reais), o que causa imensa preocupação, pois mesmo organizando vários eventos de pequeno porte, sabemos que é difícil manter a instituição e pagar nossos débitos.
Nossa grande esperança de recuperação financeira está no sucesso da Festa do Pinhão. Este evento trará os recursos necessários para salvar nossa entidade e manter suas portas abertas, para continuar atendendo nossos alunos que tanto precisam. Informamos que a parceria formada entre a APAE e a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Esporte e Lazer é essencial para a manutenção de nossas atividades.
Entretanto, nos últimos dias temos visto algumas manifestações de repúdio a realização da festa, associando a mesma com gastos desnecessários e exorbitantes por parte do poder público.
O sucesso da APAE está em suas mãos, pois as despesas das atrações artísticas serão custeadas todas pela receita de bilheteria que VOCÊ estará proporcionando.
Portanto, amigos, venham somar conosco. Venham garantir o atendimento àqueles mais fragilizados e que necessitam de atenção especializada.
Juntem-se a esta corrente do bem. Colaborem conosco e, em contrapartida, poderão assistir apresentações de artistas de renome nacional a um preço muito especial.
Nós e todas as crianças e jovens atendidos pela APAE aguardamos a todos de braços abertos.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: