Faculdade da Indústria SJP previne com histórias verídicas de trânsito

Blog Single
Setembro é o mês do Trânsito e a Faculdade da Indústria São José dos Pinhais reuniu, na sede da entidade, na Avenida Rui Barbosa, ontem (17) de noite, os universitários de diferentes cursos para uma apresentação muito especial. Profissionais que atuam em acidentes, quem sofreu acidentes ou, teve familiares como vítimas da violência do trânsito, deram depoimentos em um palco instalado no saguão do Campus. O evento, denominado Road Show Educação e Segurança Viária, emocionou a todos.

“Você recebe um beijo de seu filho e depois entra em choque ao saber que pouco depois ele está em uma UIT”, lembrou a advogada Cleia Plicarpo Santos, mãe de Leonardo, morto aos 19 anos quando atingido na moto que conduzia por um carro.

“Uma vez atendi um paciente e não esqueço que quanto mais analisávamos os ferimentos de trauma mais ficávamos apreensivos de que a se tratava de um caso fatal”, disse o médico William Casteleins.

“Eu estava de bicicleta andando no lado direito e levei uma porrada por trás. Aos 20 anos troquei as duas rodas da bicicleta por quatro rodas embaixo de uma cadeira. Foi em 2002 e o meu processo contra o motorista do carro continua”, comentou o ex-aluno da Faculdade, Thiago Cordova.

Segundo a psicóloga e professora do Campus, Fernanda Mendonça, a proposta serviu para instigar a reflexão frente a platéia jovem. “A juventude é o momento em que a autoconfiança está mais em evidência e isto potencializa certas transgressões no trânsito que afetam diretamente a quem dirige e aos outros”, falou Fernanda Mendonça.

Para a universitária de Administração, Patrícia Rocha, ficou a lição de que o celular pode ser uma distração fatal. “Eu não bebo e a gente pensa que apenas com as bebidas há perigo. Saio convencida de que o uso do telefone dentro do carro é muito perigoso também”, avaliou Patrícia Rocha.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: