Reabilitação é sinônimo de tortura em centro terapêutico de SJP

Blog Single
O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio da 4.ª Promotoria de Justiça de São José dos Pinhais, com apoio da Vigilância Sanitária e a Secretaria de Assistência Social do Município, fechou ontem (16) o Centro Terapêutico Amor Pela Vida, que funcionava irregularmente há cerca de um ano em uma chácara próximo do pedágio da BR 277, na Borda do Campo, na Rua Pinheiro Seco. Segundo o MP, o cenário encontrado não tinha nada de parecido com o site da suposta clínica que propagava o bem estar na reabilitação de 26 internos que lá estavam.

“O internamento sem o consentimento do paciente e sem laudo médico é proibido na legislação brasileira. Muitas famílias eram convidadas a saírem de casa enquanto os funcionários levavam os dependentes químicos para esta chácara que funcionava irregularmente. Isto é sequestro seguido de cárcere privado. O valor pago não era barato, pois as mensalidades giravam em torno de mil a dois mil reais, ainda mais quando se caracterizam procedimentos como o quarto do castigo, que era uma pequena sala fechada de seis metros quadrados, mencionada pelos colaboradores como espaço de desintoxicação”, relata o promotor do Ministério Público, Willian Lira de Souza, que determinou a abertura de inquérito civil para apurar se há vínculo do proprietário da área com o caso e qual a relação de trabalho dos funcionários.

“Não havia médico ou enfermeiros. Uma bomba levava água da piscina para a caixa de água. Dentro do chamado canto do castigo os internos urinavam em garrafas de refrigerante e quando precisavam evacuar tinham que pedir autorização. Também nos chamou a atenção a existência de uma lanchonete em que eles tinham uma conta para comprar lanches e cigarros”, acrescenta Willian de Souza,

A organização da ação em parceria com a Prefeitura foi necessária para que as pessoas fossem encaminhadas para as famílias ou locais adequados para receber atendimento. A reportagem do PautaSJP.com esteve hoje (17) de manhã no local mas não encontrou ninguém da falsa clínica para responder a acusação.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: