Vereadores de São José dos Pinhais pelo jeito não andam de ônibus

Blog Single
A briga URBS X Comec, que representa a organização do transporte coletivo via a Prefeitura de Curitiba e, por meio do Governo do Paraná, não interessa aos vereadores de São José dos Pinhais. Apesar da proibição da URBS, de impedir o embarque dentro de Curitiba nos ônibus metropolitanos, sentido Capital, na última sessão da Câmara, dia 11, os políticos são-joseenses não fizeram qualquer menção a este impasse que atinge milhares de passageiros nas avenidas Torres e Marechal Floriano, mais BR 277, e outras localidades que ligam as cidades vizinhas. Praticamente toda a sessão foi ocupada pela eleição da nova Mesa Diretiva 2015-2016 (ver reportagem anterior: http://www.pautasjp.com/noticia.php?nid=3194).

O desentendimento entre o grupo do prefeito Gustavo Fruet e do governador Beto Richa, por causa da relação despesa/receita no transporte coletivo, foi ampliado com a apresentação da Pesquisa de Origem e Destino feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), da Universidade de São Paulo (USP), que mostrou que os passageiros que se deslocam dos municípios vizinhos para a Capital representam 31,2% das viagens nos veículos da RIT. Antes, a estimava de URBS e Comec era de 21,7%. Basicamente, a URBS considera que o Estado deve ter mais participação financeira na RIT e a Comec aponta que a URBS deve ampliar sua parcela na rede.

Este impasse, por enquanto, não aponta nenhuma solução a curto prazo e o embarque está liberado somente para quem se desloca a partir de Curitiba.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: