Poluição sonora não tem a mesma importância da visual na Pref. SJP

Blog Single
São José dos Pinhais é a terra dos aviões e dos caminhões e carros de som. Ao contrário do barulho das aeronaves que fica restrito ao entorno do Aeroporto Afonso Pena, os veículos que propagam publicidade, incluindo, em época de eleições, pedido de votos, estão por toda a parte. A Prefeitura, que já se utilizou muito desta mídia divulgando as festas populares em alto som, não dá a mesma importância ao incômodo em relação ao novo decreto, anunciado no final do ano, que trata de poluição visual. O assunto poluição sonora foi citado de forma discreta no site da Prefeitura na divulgação do interesse de inibição da poluição visual.

A reportagem do PautaSJP.com, apesar de não utilizar um equipamento profissional de aferição do volume dos caminhões e carros de som, já constatou que muitas divulgações apresentam propaganda que poderia ser considerada pela Polícia e fiscalização como ilegal, acima do máximo de 80 decibéis, classificação limite no horário comercial.

Recentemente, um caminhão que circulava no centro como marketing, de um evento voltado às crianças, mostrava um nível de ruído com picos de até 110 decibéis. Em um vídeo, de outro caso, quando abre o sinal para o motorista, mesmo o caminhão já na outra quadra ainda é possível escutar o ruído se projetando para as residências e empresas. (https://www.youtube.com/watch?v=Jro2wS0oyWM)

O site de notícias está em contato com a Prefeitura para ter mais informações sobre a fiscalização da poluição sonora e visual. Conforme o decreto nº 1.976, de 19 de dezembro de 2014, haverá mais fiscalização e, passa a ser proibida, a panfletagem nas ruas, salvo com autorização expressa do Poder Executivo para fins informativos, pedagógicos e cultural, observada a legislação vigente:
http://www.sjp.pr.gov.br/criado-decreto-que-inibe-poluicao-visual-em-sao-jose-dos-pinhais/

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: