Greve no Detran Paraná é parcial mas limita serviços


Segundo órgão de trânsito do Estado, testes perdidos serão reagendados e prazos de renovação e transferência de veículos terão datas prorrogadas

Blog Single Movimento propaga reivindicações próprias e em apoio aos professores
A sede do Detran Paraná de Curitiba, no bairro Tarumã, concentra a maior paralisação dos servidores. O movimento grevista cresceu principalmente na última segunda-feira (23). De acordo com o órgão estadual, a greve é parcial, o que provoca o cancelamento de serviços como vistoria e exame prático. De acordo com a direção do Detran, os valores já pagos pelos atendidos não serão perdidos, os exames serão reagendados sem custos e as transferências de veículos cujos prazos vençam terão as datas postergadas conforme os dias parados. Alguns serviços pode ser acessados on line (http://www.detran.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=7).


Greve dos servidores da Justiça
A mais nova categoria de servidores do Estado a iniciar uma paralisação foi a de servidores do Poder Judiciário. Como os professores, a classe é contra o “pacotaço” proposto pelo Governo do Paraná. Após a mobilização de ontem (24), o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Paraná (Sindijus) vai avaliar se o movimento grevista se torna definitivo.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: