Frota de veículos na RMC já é metade do volume de Curitiba

Blog Single
Somado o número de veículos das principais cidades que fazem divisa com Curitiba, segundo dados do Detran-PR em fevereiro deste ano, chega-se ao número de 641.170 veículos cadastrados. A frota que circula em municípios como São José dos Pinhais, Araucária e Ponta Grossa, por exemplo, representa praticamente metade do volume circulante na Capital. Curitiba soma atualmente mais de 1 milhão e 400 mil veículos. Quando os moradores da Região Metropolitana seguem dirigindo para trabalhar nas empresas de Curitiba ou passear no comércio e serviços da Capital o impacto só aumenta o que já é um trânsito curitibano de quase um veículo por habitante. O uso do automóvel em um município de 1 milhão e 700 mil moradores é tema de seminário entre quinta (09) e sexta (10) no Salão de Atos do Parque Barigui.

Na palestra de abertura do evento ontem, “A Mobilidade Individual Sustentável Livre de Carbono”, com a presença de lideranças políticas, de entidades educacionais e empresariais, o diretor de pesquisa do instituto francês Vedecom (Veículo Individual Comunicante Sem Emissão de Carbono), Victor Etgens, que também é professor na área de construção do carro elétrico na Universidade de Versalhes, fez uma explanação apontando que as soluções para os problemas na ocupação do espaço urbano pelo transporte são parte de uma série de ações.

“Quando tivermos carros elétricos em grande escala estes veículos não poderão engarrafar. As restrições e incentivo ao transporte coletivo adotadas em megalópoles como Londres e Paris deram resultado com a implantação de diferentes projetos. Um trem ocupa o espaço de 150 carros e leva milhares de pessoas. Muitas empresas passaram a estimular seus funcionários a trabalharem em casa pelo menos uma vez na semana. Nas perimetrais, há grandes estacionamentos gratuitos e monitorados e a partir destes locais os carros são ocupados por mais motoristas, sendo uma carona programada. Portanto, são necessárias muitas iniciativas e com a participação das empresas, universidades e Poder Público”, resumiu Victor Etgens, que é catarinense de nascimento e está há muitos anos na Universidade de Versalhes onde é PHD na área de Física.

O encontro continua pela manhã com palestra do urbanista e ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, além de representantes de projetos de intervenções no trânsito nas cidades de Buenos Aires, na Argentina, Toluca, no México, Lisboa, Portugal, Milão na Itália, entre outras.

O Seminário internacional Uso do Automóvel na Cidade é organizado pela Prefeitura de Curitiba em parceria com a Renault do Brasil, Associação Comercial do Paraná, Grupo GRPcom, Universidade Positivo e Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBPQ). Este evento tem como objetivo apresentar e discutir ideias inovadoras e soluções alternativas ao uso do automóvel, além de propostas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida nas cidades e que possam ser implementadas em todo o mundo.

Veja programação completa em: www.curitiba.pr.gov.br/usodoautomovel

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: