Presidente do Observatório Social de São José dos Pinhais apresentou planos da futura ONG em reunião na Associação Comercial (Aciap)


Blog Single Carlos Muhlstedt também é presidente da Subseção SJP-OAB/PR
O presidente da Subseção São José dos Pinhais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Carlos Vanderlei Muhlstedt, se tornou o primeiro nome na Presidência do recém-criado Observatório Social de São José dos Pinhais. Este tipo de instituição do terceiro setor tem participação voluntária de diversos profissionais, de maneira apolítica, que acompanham as contas do Poder Público sugerindo projetos, avaliações de gastos e monitoramento das licitações. A não filiação partidária é um dos principais critérios no voluntariado e todo o estudo é divulgado na imprensa regularmente. Durante recente reunião da Diretoria Executiva da Associação Comercial (Aciap), Vanderlei Muhlstedt agradeceu o apoio da Aciap na formação do Observatório e falou dos planos de abertura de um escritório na cidade.

“A parte institucional de representatividade está formulada. A contribuição e manutenção da equipe e infraestrutura também é voluntária. Estamos planejando o aluguel de uma sala comercial onde pelo menos duas pessoas irão trabalhar com total orientação do Observatório Social do Brasil. Atualmente, são 96 observatórios sociais em 18 estados brasileiros”, conta Carlos Muhlstedt. Informações www.osbrasil.org.br.

O objetivo desta ONG é o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Quanto a política regional, são acompanhados de perto os processos de licitação das Prefeituras e Câmara de Vereadores, propostas dos legisladores e decisões judiciais envolvendo o Poder Público.


PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: