Terça (12), começa com greve dos servidores de São José dos Pinhais que querem aumento de 12%, frente a proposta da Prefeitura de 8,34%. O primeiro protesto será agora de manhã na Câmara.


Blog Single Ano passado, movimento grevista também começou pela Câmara Municipal
Os servidores municipais de São José dos Pinhais, via o sindicato da categoria (Sinsep), decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir de hoje (12). Um dos principais pontos de desentendimento é a reposição da inflação em duas vezes, sendo uma, agora em junho, e outra, em novembro, conforme proposta da Prefeitura. O prefeito Setim participou pessoalmente da última reunião com a classe. O Executivo ofereceu reposição na folha de 8,34%. O Sinsep quer 12%. Uma nova rodada de conversas está marcada para dia 25.

A Prefeitura comunica que lamenta a tomada de decisão de greve, pois, de acordo com o Executivo, nos anos de 2013 e 2014, os servidores somaram conquistas importantes, tanto na valorização salarial, quanto em benefícios e melhores condições de trabalho. O salário, tomando por base as inflações dos últimos dois anos, teve, além da reposição da inflação, ganho real de 5,82%, e também valorização no auxilio refeição, que no início de 2013 era de R$ 338,80 por mês e agora, em 2015, conforme proposta, será de R$ 500 – representando um reajuste de mais de 47 % em três anos. A Administração Municipal aguarda uma contraproposta do Sindicato, que já divulgou na internet que não aceitará um acordo nestes termos.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: