Após revolta de internautas sobre apreensão de algodão doce pela GM, Prefeitura de SJP comunica que guardas aplicaram a lei.


Blog Single Em poucos dias, vídeo alcançou milhares de manifestações na web
No dia 09 de junho, a Guarda Municipal (GM) apreendeu algodão doce que estava sendo vendido por um ambulante na Rua XV de Novembro, centro de São José dos Pinhais. O vídeo com a ação da GM foi parar na internet e causou a indignação de centenas de internautas. Em poucos dias, eram milhares de manifestações e compartilhamentos. Recentemente, a Prefeitura respondeu às críticas comunicando que a intervenção dos agentes foi correta.

‘O Código de Posturas do Município estabelece que o exercício de comércio ambulante depende de licença especial. Os agentes solicitaram, por diversas vezes, que o vendedor cessasse a venda. Com a recusa, o material foi recolhido e encaminhado ao setor de Fiscalização’. Ainda segundo a nota, o objetivo é contribuir com a normatização e ordenamento urbano.


Compartilhamentos
Entre as postagens contra e a favor mais interessantes, Markos Fernandes falou de dois pesos e duas medidas: “Por que não fiscalizam os pequenos shoppings que vendem produtos sem nota fiscal?”.

“Fui informado que é lei e a GM está autorizada a fazer este tipo de abordagem. Todos os vendedores devem tirar licença. Temos que cumprir”, postou Marcos Santos.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: