Em duas horas, apenas dois cartões Metrocard no terminal de SJP


Com o bilhete municipal VEM, passageiros apenas observam implantação do novo sistema metropolitano que permitirá integração com cartão de crédito

Blog Single "O que a empresa me der eu vou usar", fala Regina de Freitas, ao pegar o Ligeirinho
Após o racha na Rede Integrada de Transportes que gerou dois sistemas de transporte coletivo, desde o começo do ano, houve a continuidade nas operações da URBS (Prefeitura da Capital) e a entrada da Comec (Metropolitano/Governo do Estado) na organização dos serviços de ônibus. Chegou o momento do primeiro dia do cartão da Comec, o Metrocard, a partir de hoje (06). Na prática, com o crédito antecipado, as catracas são liberadas, mas o embarque nos municípios metropolitanos não é mais permitido com cartão URBS, apenas para isentos, como idosos, porém, só até 30 de outubro. No início da manhã desta quinta, somente dois cartões da Comec surgiram. Os vales de papel provisórios terminam a validade em dezembro.

Uma das novidades é que o bilhete eletrônico Metrocard será integrado aos cartões de crédito da Mastercard. Além da carga pré-paga de passagens, compras no supermercado e outros serviços. “A promotora de vendas Regina de Freitas comenta que nem teve tempo de pensar na nova opção. “Vou deixar isso para a empresa em que trabalho. O que escolherem é o que eu vou usar”, fala Regina de Freitas, que mora no bairro Rio Pequeno e é funcionária em Curitiba.

“Eu uso o cartão VEM. Com o tempo a gente vai ver o que é melhor. Eu escutei na rádio que o vale de papel não seria mais aceito. Enquanto o cartão VEM funcionar no tubo do Ligeirinho é esse que vou usar”, diz Ademir Gaspar, que reside no bairro Cidade Jardim e tem uma empresa na Capital.


Informações
Para quem tem gratuidade no transporte público (idosos, portadores de deficiência, funcionários das empresas de ônibus) o cartão da URBS funciona nas cidades metropolitanas até o dia 30 de outubro. Os mesmos beneficiários vão ter disponível o reconhecimento do passageiro através de uma imagem- com o cartão da Comec -, que é conhecida como biometria fácil: ela verifica as proporções faciais do usuário e a compara com as características dos passageiros cadastrados.

As empresas que cujos empregados utilizam as linhas metropolitanas podem agilizar o processo cadastrando os trabalhadores no site da Metrocard, que vai imprimir o cartão e avisar a empresa para fazer a retirada.

As pessoas físicas podem fazer o cartão nos terminais metropolitanos ou na Metrocard, levando cópia do RG, CPF e comprovante de residência. Será necessário fazer uma recarga mínima de uma passagem no momento da aquisição.

Portadores de deficiência deverão apresentar também o laudo médico da Secretaria Estadual de Saúde, bem como a avaliação sócioeconômica emitida pelo Serviço de Assistência Social do município em que reside.

Os cartões metropolitanos poderão ser feitos na: Metrocard (rua Benjamin Constant, 148 – centro- Curitiba), Terminal de Fazenda Rio Grande, Terminal de Campo Largo, Terminal Maracanã (Colombo), Terminal de Pinhais, Terminal de Araucária, Terminal Centro e Central VEM (São José dos Pinhais). Contato: 3093 3232 e www.cartaometrocard.com.br.


Dois cartões
A exceção de não recebimento nas linhas curitibanas que aceitarão o Metrocard é nos seguintes pontos: Biarticulado Pinhais-Rui Barbosa – estações Pinhais (Praça Rui Barbosa, Centro), Pastor Manoel Virgílio de Souza (Cajuru), Paulo Kissula e Vila Nova (Capão da Imbuia); Ligeirinho Curitiba-Fazenda Rio Grande – estação antiga da PUC (Prado Velho) e rua Lourenço Pinto (Centro); Ligeirinho Tamandaré-Centro Cívico – estação Praça 19 de Dezembro (Centro Cívico).

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: