Foods sobre rodas são ótima opção para negócios próprios


Após realização do Food Park São José, conceito de feira gastronômica com caminhões, trailers e bikes ganha espaço em São José dos Pinhais

Blog Single Food Trucks e similares não são fast food, mas encantam pela qualidade
Enquanto a maioria reclama da crise, alguns brasileiros se reinventam, na tentativa de driblar o atual momento econômico do Brasil. Exemplos de empreendedorismo são os donos de barracas, trailers, trucks, vans e bicicletas que participaram da primeira feira estilo food truck de São José dos Pinhais. O Food Park São José aconteceu de 25 a 27 de setembro e foi realizado ao lado do Shopping São José, pelo empreendimento comercial, com promoção exclusiva do PautaSJP.com. Até o fim do ano, somente no município, mais de cinco encontros com foods sobre rodas estão programados.

Vender comida na rua não é nenhuma novidade. Quem já comeu um cachorro quente em uma esquina ou um pastel na feira sabe muito bem como podem ser saborosos. O que existe de novo nos atuais eventos gastronômicos é a forma de servir e o modo como são preparados. As refeições até podem ter as características de um fast food, mas precisam que o tempero e o preparo sejam mais elaborados e, principalmente, que os ingredientes utilizados sejam de ótima qualidade. Outro fator de destaque das feiras é o menor valor dos pratos ofertados em relação aos restaurantes tradicionais.

Para Gláucio Sgoda, do Rango Food Truck, que nos últimos vinte anos trabalhou com comércio exterior, a escolha do novo ramo se deu por causa do sucesso gastronômico da esposa. "Percebi que o segmento estava melhor que o meu. Escolhi o truck porque um restaurante tem um custo fixo muito alto. No truck o custo inicial também pode ser alto, mas tem um leque maior de captação de clientes. Semana que vem estaremos em Campo Mourão. Essa possibilidade de chegar em vários lugares me chamou atenção", destaca Gláucio, que estreou no Food Park São José seu novo veículo.

Diferentemente de Gláucio, Rafael Trevisan, um dos donos do food trailer Partiu Temaki, está na estrada desde novembro do ano passado e já participou de aproximadamente 100 feiras gastronômicas. Rafael, que também atua como consultor do Sebrae, começou a colher os frutos de tanto trabalho. "A gente sempre está querendo evoluir. Com o dinheiro do trailer, experiência e outros investimentos, conseguimos abrir com uma parceria, um restaurante no Batel. Nossa meta é se tornar uma franquia de comida japonesa," anseia Rafael Trevisan.

O gasto inicial para para montar um trailer ou um truck pode variar de 40 a 160 mil reais. O veiculo utilizado e os equipamentos da cozinha determinarão o valor de saida do investimento. Mas existe espaço para aqueles que não podem apostar tão alto. Esse foi o caso de Vanessa Hernandez, que transformou mil reais na Sugar Bike. "Eu trabalhava em casa. Fazia os meus doces por encomenda. Comprei uma bicicleta e montei um visual bacana pra ela. Faz seis meses que estou nas feiras e muito feliz. Você vê nos olhos das pessoas que elas gostaram do produto. Com este trabalho nos finais de semana, consegui divulgar meu trabalho e hoje tenho mais encomendas do que antes", comemora Vanessa Hernandez, que viu na bicicleta a oportunidade de levar seu produto para o público.


Resposta contra a crise
Para Fernanda Oliveira, que apoiou o evento através da imobiliária que leva o seu nome, "existe sim a crise, mas ela é um degrau para quem quer alcançar um objetivo."

Quem também concorda que a melhor forma para enfrentar o momento econômico é se superando é Talita Sabino, gerente de marketing do Shopping São José, que realizou o evento idealizado pelo jornalista Marcos Rosa, do Pauta SJP.

"É o momento do shopping se reinventar. Precisamos trazer eventos com temas culturais e gastronômicos . Incentivar projetos que podem agregar um momento de lazer e entretenimento para a família que vem ao Shopping", destaca Talita Sabino.

Jornalista João Henrique Nóbrega especial para o PautaJP.com

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: