Ciclistas se mobilizam para apoiar tratamento de colega acidentado


Rieck Wendryll Borges, uma das jovens promessas do speed, é vice-campeão brasileiro de velocidade por equipe e vice-campeão dos Jogos da Juventude

Blog Single Ao sair do hospital, Rieck Borges recebeu abraços dos amigos da estrada
Há quase dois meses, pedalar em velocidade na bicicleta não é mais uma rotina para o curitibano Rieck Wendryll Borges, da equipe GF Ciclismo/Sanepar/Project, vice-campeão brasileiro de velocidade por equipe e vice-campeão dos Jogos da Juventude. No dia 16 de agosto, Rieck Borges, aos 18 anos, sofreu um grave acidente durante a realização da prova de ciclismo de estrada da 8.ª Volta de Brusque, em Santa Catarina. Em depoimento na internet, o atleta lembrou que ficou 12 dias internado e passou por cirurgias por causa de fraturas. Devido a um trauma parcial na medula, os movimentos dos pés e das pernas ainda são limitados por causa da lesão na coluna. Por meio de doações, os colegas ciclistas estão convocando a comunidade para apoiar a realização de novos exames com especialistas médicos e na fisioterapia.

“O ciclismo ainda não é um esporte muito reconhecido no Brasil mas é um processo que aos poucos está acontecendo. Acredito que ao fazermos a nossa parte como esportistas, em busca dos resultados, o reconhecimento virá”, diz Rieck Borges. Sobre a volta ao ciclismo, o atleta prefere a precaução. “Se retornar o movimento a ponto de eu conseguir pedalar novamente vai ser como um treino de competição, em que cada evolução será uma vitória à parte”, projeta Rieck.

Segundo informações da Federação Paranaense de Ciclismo, o acidente ocorreu após o estouro do pneu dianteiro da bicicleta a cerca de 70 quilômetros por hora em um trecho de descida, no pelotão que encabeçava a competição na categoria Sub-23. Como consequência da queda, o ciclista sofreu uma lesão na coluna vertebral, com a fratura múltipla de três vértebras — T6, T7 e T8 –, provocada pelo impacto do selim. Houve a necessidade de implantar próteses no local da lesão.

Um dos propagadores da causa, Denis Aquiles Kuchler, que também é ciclista, pede ajuda para que Borges faça tratamentos específicos em São Paulo. “Fizemos uma entrevista com ele e postamos no Facebook. Seja com recursos financeiros, ou na disposição de especialistas em traumas e fisioterapia, toda ajuda é bem vinda”, convoca Denis Aquiles Kuchler.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: