São-joseense vai para a rua pedindo trabalho


Luciano Ventura tem experiência como cozinheiro, mas também assume qualquer serviço que coloque comida na mesa da família

Blog Single "Reconhecer a falta de dinheiro não é fácil, mas pela família não tenho vergonha"
Uma esquina movimentada e uma cena diferente ontem (28), entre as avenidas Américas e Rui Barbosa, centro de São José dos Pinhais. Luciano Ventura, 54 anos morador no bairro Vila Margarida, estava sentado ao muro segurando um cartaz feito de papelão. A mensagem era clara e objetiva: “Preciso de Trabalho”!

“Para um homem, reconhecer que não tem dinheiro não é fácil, mas se for para alimentar minha família em troca de um pedido de oportunidade não tenho vergonha”, comenta Luciano. Sobre a ideia de comparecer em um cadastro público de empregos como da Secretaria Municipal de Trabalho, ele fala em urgência. "Vai ajudar, talvez em poucas semanas, mas não agora."

Pai de três filhos, o desempregado diz que a esposa está na mesma linha de sair de casa e arranjar algo para fazer, como de diarista. De dívida em dívida, foram despejados. “Sou cozinheiro e dos bons. Não consegui mais pagar aluguel e estamos de favor em uma garagem de um grande amigo. Sei fazer comida, conheço muito bem o ramo de pizzaria, mas posso roçar e limpar terreno, pintar, carregar carga, qualquer coisa que me pague o dia”, fala Luciano Ventura, que pediu para a reportagem divulgar o seu contato: 9511-5899.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: