Em meio à retração, Audi em SJP começa a fabricar o novo A3


Modelo tipo sedan é a novidade na indústria mesclada à Volkswagen que funciona no bairro Campo Largo da Roseira

Blog Single Lançado nesta semana, sedan top de linha apareceu estilizado com marca Ayrton Senna
Em fim de semana do GP Brasil de Fórmula 1 de Interlagos em São Paulo, a Audi lança no mercado nacional a sua mais recente fabricação brasileira. A partir da planta do bairro Campo Largo da Roseira, que funciona anexa às instalações da montadora Volkswagen em São José dos Pinhais, a marca das quatro argolas apresenta o modelo A3, mas em formato sedan. O tipo hatch mantém o sucesso ao lado de seu “irmão” também produzido no bairro são-joseense, o Golf, e chega na versão motor 1.4 turboflex de 150 cavalos.

Em tempos de gasolina ao custo de mais de três reais, os anúncios tratam da economia. Segundo a fabricante, o consumo do sedã com gasolina é de 11,7 km/l na estrada e 14,3 km/l na cidade. No etanol o carro faz 7,8 km/l em viagens e 9,9 km/l no meio urbano. O carro chega às lojas até o fim deste mês com valores a partir de R$ 99.990 na versão de entrada Attraction e sobe para R$ 109.990 na Ambiente.

O objetivo é a produção do A3 de olho no mercado de exportação, mas em uma estrutura totalmente nova, já que as antigas instalações foram tomadas pela ampliação na fabricação do Fox, CrossFox, SpaceFox e Golf.

A vinda de marcas de luxo para o Brasil é incentivada pelo governo federal com o programa Inovar-Auto, que prevê incentivos para a produção nacional e impostos extras na importação.

A fábrica Audi/Volks está localizada em um terreno de 1,3 milhão m², dos quais 303 mil m² são de área construída. Desde a inauguração, o complexo industrial produziu mais de 2 milhões de veículos para os mercados interno e externo. Em 2013, chegaram ao marco histórico de mais de 1,5 milhão de Fox, além de meio milhão de Golf produzidos.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: