Linha Pedro Moro só até o Hauer, mas sem integração. Encerramento do Prado Velho, ampliação do trajeto ao Terminal Boqueirão, novos horários, enfim, Prefeitura e Estado anunciam a maior mudança nos ônibus metropolitanos de São José dos Pinhais


Blog Single Serviço a partir de São José transporta quase 30 mil passageiros
Nos últimos anos, a passagem metropolitana de São José dos Pinhais e outras cidades (R$ 3,50 sem cartão) passou a ficar mais cara do que a tarifa cobrada em Curitiba (R$ 3,30). Empresários do setor defendem que o custo de deslocar a frota por um itinerário maior do que o transporte da Capital impacta diretamente no preço da catraca. Com uma constante diminuição de linhas, o serviço está em cheque quanto a oferta de opções o que só agrava o numero de crescimento de motos e carros no trânsito. A Prefeitura de São José dos Pinhais e o governo do Estado anunciaram a maior mudança no atendimento ao passageiro são-joseense.

Trechos que ligavam São José a Curitiba há décadas sofrerão alterações como o Pedro Moro-Boqueirão que não estacionará mais como ponto final no Terminal do Guadalupe. O deslocamento vai se encerrar ao lado do Terminal do Hauer, mas sem integração com a infraestrutura da URBS. O Prado Velho/PUC, que atende universitários no Campus da Católica, chega ao fim.

Segundo a Prefeitura, a medida afeta sete linhas e novos horários e o órgão fala em readequação e que nada irá mudar na integração, como no embarque e desembarque dentro do Terminal Afonso Pena. De acordo com o diretor-presidente da Coordenação da Região Metropolitana (Comec), do governo do Paraná, Omar Akel, estas mudanças são necessárias para racionalizar o sistema de transporte coletivo metropolitano e adequá-las para que interfiram o mínimo possível na rotina dos usuários. “Algumas linhas serão desativadas devido à baixa utilização e outras serão ampliadas como a linha Boqueirão/Terminal Central”, diz Omar Akel.

Confira as novidades: Colombo/São José; Boqueirão/Terminal Central; Curitiba/Pedro Moro; Curitiba/Xingu; Curitiba/Braga; Prado Velho/Pedro Moro; Curitiba/ Independência e Curitiba/Apolo.

Linha E-21 – Boqueirão/T. Central: o itinerário será alterado para atender a uma antiga reivindicação da população e do comércio local. Será ampliada e passará a se chamar E21 – T. Boqueirão/Centro São José com percurso passando pela região central de São José dos Pinhais. A linha não entrará mais no Terminal Central e seu ponto de referência será a Rua Barão do Cerro Azul. Para acesso ao Terminal Central, os usuários poderão embarcar no ligeirinho E07 São José/Boqueirão.

Linha I20 – Colombo/São José: de acordo com uma pesquisa, 82% dos passageiros desta linha têm como destino final o centro de São José dos Pinhais. Por isso, em São José dos Pinhais, o itinerário será estendido e seguirá pela Av. Rui Barbosa, pela rua Voluntários da Pátria e o ponto final passará a ser na rua Marechal Deodoro (entre a Av. Izabel A Redentora e a rua Voluntários da Pátria).

Linha E62 – Curitiba/Pedro Moro: com a demanda baixa e a sobreposição de ônibus que operam na Av. Marechal Floriano, a linha E62 – Curitiba/Pedro Moro terá seu itinerário seccionado para E62 – Pedro Moro/Vila Hauer. A partir do dia 28, vai seguir até a rua Artur Hauer e retornar do HSBC. Os usuários do bairro Pedro Moro terão como alternativa a linha E05 – Curitiba/São José (via Av. das Torres).

Linhas E65 – Curitiba/Xingu e E67 – Curitiba/Braga: as duas linhas, que fazem percursos próximos, serão unificadas. A nova linha passará a se chamar E67 – Curitiba/Braga (Via Ouro Fino) e terá aumento de frota. Esta linha também passará pela rua Joinville, no bairro São Pedro, para atender a demanda das pessoas que trabalham nas empresas locais. No Terminal Guadalupe, o ponto desta linha será nas plataformas utilizadas pela Viação São José.

Linha E63 – Prado Velho/Pedro Moro: a partir da próxima segunda (30), a linha deixará de operar. Ela é sazonal, ou seja, tem poucos horários nos dias úteis e baixa demanda. Os usuários poderão ter acesso ao bairro Pedro Moro através das linhas E05 – Curitiba/São José e E62 – Pedro Moro/Vila Hauer.

Linha E66 – Curitiba/Independência: para reduzir o tempo de viagem até Curitiba e melhorar a frequência, esta linha será seccionada no Terminal Afonso Pena e passará a ser denominada E03 Curitiba/Afonso Pena (via BR 277). A alternativa de acesso entre o bairro Independência e o Terminal Afonso Pena será a linha urbana 143 Centenário.

Linha E02 – Curitiba/Apolo: em função da sobreposição de linhas urbanas e metropolitanas a linha deixará de operar. Os usuários poderão utilizar as linhas urbanas 115 – Iná/Apolo/Aviação e a 120 Fátima/Riacho Doce. No Terminal Afonso Pena, para se dirigir a Curitiba, poderão embarcar nas linhas E01 Curitiba/Urano e E03 Curitiba/Afonso Pena (via BR 277).

Linha 143 – Terminal Afonso Pena/Independência – Alteração de Itinerário

Linha 143 – Terminal Afonso Pena/Independência – Horários

Compartilhe esta notícia no Facebook: