Foco principal de combate à dengue são áreas “largadas”


Seja em terrenos privados ou na rua, cidades como São José dos Pinhais priorizam ações preventivas para evitar criadouros de larvas

Blog Single Lixo acumulado em área pública no bairro de SJP, Del Rey
Não adianta a população fazer sua parte contra a proliferação do mosquito da dengue nas residências se locais públicos e privados não tiverem responsáveis pela prevenção. Em São José dos Pinhais, como outras cidades, muitos proprietários de imóveis residem em outros estados e até mesmo outros países.

As ruas são responsabilidades de órgãos públicos como a Prefeitura. Se o dono do imóvel não for localizado, as áreas podem ser adentradas para a limpeza e o custo do trabalho dos agentes de Saúde é enviado aos proprietários como multa.

Uma das ações em São José dos Pinhais é a busca pelo apoio de imobiliárias. O Departamento de Promoção e Vigilância reuniu, recentemente, corretores imobiliários. “Quando há uma reclamação de terreno desocupado, ou baldio, acionamos o proprietário do imóvel para que faça a limpeza do mesmo. Se não acharmos o dono, a gestão pública executa a limpeza do imóvel, levanta o custo desse serviço e lança no IPTU” explica Odevair da Silva Mathias, diretor do departamento.

Já foram encontrados focos positivos do aedes aegypti pela Divisão de Saúde Ambiental em bairros como Borda do Campo, Ouro Fino e Academia. Desde o começo de 2016, nenhum caso de pessoa infectada pelo vírus foi confirmado, da mesma forma outras doenças relacionadas ao mosquito como chikungunya e zika vírus. Ano passado, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram 24 casos confirmados e nenhum óbito.


Paraná
Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde, sobre 2016, trata da confirmação de três novas mortes por dengue no estado, entre 11 e 24 de janeiro nas cidades de Paranaguá (2) e Foz do Iguaçu (1), que se somam a outras duas mortes pela doença neste ano.


Prevenção
O descarte adequado de tudo que acumule água, virando garrafas e vasilhames para baixo.
Manter bem tampados tonéis e barris de água.
Não deixar pneus onde possa acumular água.
Manter calhas, canos e ralos desentupidos.
Colocar areia nos pratos de vasos de plantas.
Tampar as lixeiras e caixas d’água.
Denuncie situações de descaso: 3587-6450

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: