Depois do surto da dengue, zika e chikungunya, agora vem a H1N1


Crescimento da gripe em São Paulo acende o alerta no Paraná, que antecipará vacinação. Inverno úmido é uma estação propícia à proliferação da doença.

Blog Single Campanha de vacinação paranaense começa dia 25/04 nos postos de Saúde
Com prevenção, dificilmente São José dos Pinhais e outras cidades terão uma propagação da Gripe A H1N1 (vírus influenza) tão forte quanto ocorreu no inverno de 2009. Naquele ano, levantamento feito pelo PautaSJP.com nos cartórios da cidade mostrou que o número de mortes por gripes virais havia crescido 100%. O aumento de casos em São Paulo no mês de março, incluindo mais de 30 óbitos, acendeu o alerta dos órgãos de Saúde no Paraná. A campanha nacional do Ministério da Saúde de vacinação contra o influenza começa no dia 30 de abril e vai até 20 de maio, porém, a Secretaria de Estado do Paraná resolveu antecipar a vacinação.

O secretário estadual, Michele Caputo Neto, anunciou que a mobilização de imunização paranaense começa dia 25 de abril. “Tendo em vista a queda nas temperaturas e o número de casos de gripe em São Paulo, entendemos que é necessário iniciar a campanha mais cedo. Para viabilizar isso, tivemos que lutar por mais doses em Brasília e organizar um amplo processo de logística para a distribuição da vacina no Paraná”, destacou Caputo Neto.

Em 25 de abril, o Paraná já terá recebido 48% do total de doses previstas para todo o período de imunização. O restante virá em lotes enviados semanalmente pelo Ministério. Até 20 de maio, data estipulada para o término da campanha, o Estado deve vacinar 2,9 milhões pessoas nos postos de Saúde.

Assim como no ano passado, terão direito à vacina gratuita idosos (+60 anos), crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres com pós-parto de até 45 dias (puérperas), doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional.

A vacina demora pelo menos duas semanas para fazer efeito. Ela é eficaz contra os três tipos do vírus da gripe mais circulantes no País – Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. Em adultos, a dose é única. Já para crianças, é preciso completar o esquema vacinal de duas doses para que o imunobiológico conceda a proteção desejada.

PautaSJP.com e informações governo-PR

Compartilhe esta notícia no Facebook: