Para TC, atrasos nas obras da Copa custaram 600% a mais


Relatório trata de Curitiba e inclui os projetos do governo do Estado em São José dos Pinhais, como as trincheiras não finalizadas das avenidas Américas e Torres

Blog Single Trincheira na Av. Torres, em SJP, binário inconcluso na Rua Arlindo Costa
O Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR) divulgou relatório em que crava mais de 600% a mais de gastos com as obras da Copa do Mundo 2014, comparando a evolução dos custos de projetos em que, muitos, como em São José dos Pinhais, ainda não estão concluídos. O documento foi baseado no período da formalização das propostas de mobilidade urbana, em 2010.

No caso dos recursos federais e contrapartidas da Prefeitura de Curitiba, a Capital teve um acréscimo de 660%, principalmente com a construção da Ponte Estaiada (R$ 120 milhões na Avenida Torres), que não fazia parte dos projetos, há seis anos.

Quanto ao governo do Estado e as obras na divisa com São José dos Pinhais, mais as trincheiras das avenidas Américas e Torres, o montante soma, com outras obras, 620% a mais no período, de acordo com o Tribunal de Contas, chegando a um acréscimo de R$ 56,3 milhões. O estudo foi elaborado por Comissão de Fiscalização e aprovado na última sessão plenária do TCE-PR, no dia 5 de maio.


Copa 2014
A melhoria do trânsito e infraestrutura nos trajetos da Capital, durante o Mundial da FIFA, com o Aeroporto de São José dos Pinhais, nas duas avenidas (Torres e Américas), foram a justificativa para estas grandes obras de mobilidade que se somam a outros projetos na ordem de mais de 86 milhões. A Comec, órgão metropolitano do governo do Estado, é a responsável pelas obras em São José dos Pinhais. Segundo a Prefeitura, o órgão municipal apenas acompanha a execução dos projetos estaduais.


Trincheiras atrasadas
Na Avenida das Torres estão em obras duas trincheiras para veículos, como binário, sendo nas ruas Arapongas e Arlindo Costa, e uma para pedestres e ciclistas, ligando o Parque Linear do Ressaca ao Parque São José. Nas Torres, ainda tem o alargamento da trincheira da Rua aviador Lipinski de acesso ao Aeroporto Afonso Pena.

A requalificação da Avenida Américas vai até o aeroporto, passando pelo Terminal Central de Ônibus, a partir da ponte do bairro Boqueirão. As trincheiras na Avenida Américas (Claudino dos Santos e Joaquim Nabuco) foram concluídas, para liberação do trânsito, agora, mês de abril, após 37 meses de obras. Ainda falta paisagismo, sinalização e iluminação.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: