Mauro Knorst é o 1º entrevistado dos "prefeituráveis" pelo PautaSJP

Blog Single
O PautaSJP.com inicia série de três entrevistas com os três concorrentes ao Executivo como uma oportunidade dos eleitores indecisos conheceram mais dos candidatos a prefeito a poucos dias da votação de 02 de outubro. Proprietário de hotel e empreendedor da Construção Civil, o empresário Mauro Knorst concorre a prefeito de São José dos Pinhais pelo partido REDE Sustentabilidade, mais o PTN. Aos 42 anos, Mauro participa pela primeira vez do processo eleitoral. Sobre a campanha política, o candidato fala em seriedade e comprometimento de fazer uma mobilização sem gastos excessivos utilizando principalmente a internet para divulgar as propostas da Coligação Unidos Por São José. “Somos a opção de renovação. Não temos nenhum deputado estadual e participamos pela primeira vez e com liberdade para falar de projetos, incluindo ações de anti corrupção, de como administrar a cidade valorizando o serviço público e trazendo propostas de diálogos que os meus adversários não tem como base”, diz Mauro Knorst.

1 - São José dos Pinhais continua na mídia nacional por causa das quatro grandes obras da Copa 2014 inacabadas. Por que as trincheiras não estão concluídas?
Mauro Knorst - Falta de representatividade. Os projetos são executados pelo governo do Estado e foram aprovados por causa do Aeroporto Afonso Pena. Os administradores da cidade não cobraram dos responsáveis como aconteceu na Capital.

2 - Ainda nos problemas graves de acessibilidade e mobilidade. Como a coligação vê estas questões, incluindo sobre o Transporte Coletivo
Mauro Knorst - A Secretaria de Urbanismo deve ter pessoas capacitadas para projetos de infraestrutura. Temos que reestruturar o município criando alternativas de acessibilidade, e não só para cadeirantes, como para a população em geral. Somos o segundo PIB do Paraná e recebemos muitas pessoas de fora. Devemos melhorar a qualidade de vida das comunidades. Há muitos anos, que não vemos projetos que realmente favoreçam a população. Defendemos a volta do recebimento em dinheiro nos ônibus e mudanças no subsídio dos recursos, revendo os contratos com as empresas e subsidiando os serviços nas linhas com trajetos de maior demanda e com mais fiscalização e segurança nos terminais. Hoje, as empresas tem interesse em colocar poucos ônibus e muitos passageiros. Quanto aos terminais, sou um candidato do diálogo e pretendemos atender aos reais interesses das pessoas.

3 - Quase todos os vereadores de São José dos Pinhais são investigados pelo Ministério Público por usarem a estrutura da Câmara, incluindo os carros oficiais, de forma assistencialista. Como o candidato vê esta distorção da função pública?
Mauro Knorst - Não gosto de falar daquilo que imagino que possa ocorrer. Pretendo cuidar do Executivo. Acredito que na renovação da política o jeito de ser político está mudando e as pessoas estão atentas. O assistencialismo, se houver, às vezes ocorre porque o Executivo não é bom e não atende bem.

4 - São José, até como falam os próprios policiais militares, tem pouco policiamento. Como melhorar este setor diretamente ligado à violência e mortes de são-joseenses?
Mauro Knorst - Mais uma vez é um assunto de competência do governo do Paraná, responsável pela segurança, porém, o prefeito do município, seja qual for, tem que dialogar com o Estado e apoiar a prevenção via a Guarda Municipal (GM). O efetivo da GM vem diminuindo e precisamos investir em tecnologia melhorando o sistema de câmeras e colocando mais pontos de monitoramento para uma cobertura com efetividade. Pensamos na Guarda Escolar para que os alunos tenham informação sobre segurança desde pequenos e maior participação das comunidades, encarando este grande problema com atitudes rápidas.

5 - A cidade cada vez mais é um pólo de serviços e o Código de Posturas prevê ilegalidade de poluição sonora com carro de som. A sua campanha faz este tipo de divulgação?
Mauro Knorst - Não temos trio elétrico na nossa campanha que é feita tipo corpo a corpo. Sabemos de candidatos a vereador que colocam caixas de som em seus carros. Devemos entender que ninguém deve ser afetado por essa atitude e cumprir a lei.

6 - São José dos Pinhais tem discutido pouco a área de meio ambiente. Em Curitiba se fala que a cidade deve preservar mais para não deixar a Capital sem água. Qual a sua opinião quanto a conservação da Natureza?
Mauro Knorst - Sabemos que São José é uma região de milhares de nascentes e por isso a Sanepar está implantando um novo reservatório na Malhada. A estatal de abastecimento deve se aproximar das comunidades com seus técnicos e propor a proteção da água. Temos que valorizar os recursos naturais. É possível o crescimento, inclusive imobiliário, com equilíbrio.

7 - O seu material de campanha destaca a prevenção à corrupção. A Prefeitura tem corrupção e onde?
Mauro Knorst - Não é que ela exista. Temos que buscar ferramentas para ela não acontecer, como no Portal da Transparência. Uma medida é utilizar servidores de carreira para uma Prefeitura mais eficiente na administração e dar oportunidade para pessoas técnicas que estão dentro das secretarias há muitos anos.

8 - Ainda no seu material de campanha. Algumas propostas não falam de recursos, como de onde sairão os investimentos para ampliar as creches. O senhor como empresário não deveria se apoiar em projetos com recursos?
Mauro Knorst - Nós pontuamos no folder aquilo que pode ser feito e as propostas são explicadas nos demais canais de comunicação.

9 - O senhor que é da área de Turismo sabe do terreno da Prefeitura na BR 376 com a BR 277 e que está desde 2008, quando foi adquirido, sem uso. O candidato tem projeto para aquela localidade que abrigaria um centro de convenções, proposta que as últimas administrações não fizeram?
Mauro Knorst - Lamentável. Sendo prefeito buscarei parcerias público privadas para um centro de convenções que trará desenvolvimento à cidade. As qualidades de localização geográfica devem prover feiras e eventos gerando o crescimento em serviços.

10 - E como está a campanha candidato?
Mauro Knorst - Não viemos para falar mal de concorrente A ou concorrente B. Queremos representar o povo são-joseense. Estou muito feliz e sou muito bem aceito. Nós trouxemos propostas ousadas e que sejam viáveis. Nos preocupamos em administrar a cidade com o potencial que ela tem.

Palavra Livre de Mauro Knorst!
Convido as pessoas que acessem nossos canais de divulgação, pois somos a verdadeira renovação de São José dos Pinhais. O meu candidato a vice, Pedro Scherer, é servidor de carreira e que participou da implantação da Ouvidoria da Prefeitura. Queremos uma gestão eficiente em uma Prefeitura que está inchada, administrando o Executivo com servidores de carreira e pessoas técnicas para o povo são-joseense. É o meu desafio e meu compromisso. Peço que acompanhem as nossas propostas e dia 02 de outubro votem 18 para a verdadeira mudança.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: