Amanhã (02), começa nova gestão Assis no lugar da gestão Monteiro

Blog Single
O Ministério Público do Paraná (MP-PR) e o juizado da Vara da Fazenda Pública, nos últimos mandatos do legislativo são-joseense, apontaram e decidiram por várias necessidades de mudanças na Câmara, incluindo a saída de mais de 100 assessores de gabinete. Com três salas de ocupação, o número de 11 comissionados em cada gabinete é maior do que a estrutura do prédio, prova de que há excesso de contratados e dinheiro público desperdiçado, segundo os órgãos de Justiça. Amanhã, inicia a gestão 2017-2018 da nova Presidência da Casa no novo mandato 2017-2020.

Sai o candidato a prefeito derrotado, o agora ex-vereador Sylvio Monteiro (PTB), que foi presidente 2013-2014 e 2015-2016, e começa nova gestão do vereador Assis Pereira (PSDB), reconduzido ao cargo e eleito à Presidência pela quinta vez.


Principais escândalos
Desde 2008, os legisladores são alvo da Justiça por questões que vão além do excesso de comissionados:

- uso dos veículos oficiais como “táxi”, carregando eleitores, entre outras formas de usar os equipamentos públicos e fazer campanha antecipada;

- em época de propagação da Ecologia, os políticos da Câmara votaram em favor de prorrogação da Lei de Uso do Amianto, sem apresentarem nenhuma contra partida como manutenção dos empregos para outras atividades menos poluidoras, utilização de recursos do Fundo de Amparo do Trabalhador e demais possibilidades;

- também são investigados pela manutenção de assessores em atividades fora da Câmara, incluindo ausência destes no horário comercial, o que caracterizaria funcionário fantasma;

- propaganda irregular de concorrentes na eleição do Conselho Tutelar, e transporte irregular de eleitores.

Vários dos reeleitos em um terceiro ou quarto mandato ainda responderão na Justiça. Quanto aos que não se reelegeram, da mesma forma. As sessões ocorrem às 9h nas terças e quintas.


Os 21 vereadores eleitos
Professor Abelino PSB; Nina Singer DEM; Gilberto Mello PV; Juliano Martins PSC; Professor Marcelo REDE; Professor Assis PSDB; Ailton Feneme PTB; Luiz Paulo PSB; Abilio DEM; Alex Purkote DEM; Bira do Banco PC do B; Carlos Machado PSDB; Mari Temperasso PSDB; Edson Dangui PSC; dr. Ido PMDB; Fátima de Paula PP; Tico Setnarsky PMDB; Silvio Santo PSC; Tadeu Camargo PSL; Pastor Gilmar PSC; e Elcio do Bolinho PP.

PautaSJP.com

Compartilhe esta notícia no Facebook: