Novo livro de Maria Angélica Marochi é sobre a história da Gestão Política de SJP. Escritora lança sétima edição a respeito de São José dos Pinhais, na Câmara Municipal, amanhã (03).

Blog Single
Após uma carreira de sucesso como professora, a historiadora Maria Angélica Marochi escreveu seu oitavo livro e o sétimo a respeito de São José dos Pinhais. Para tratar da formação da sociedade são-joseense, e o lançamento de edições famosas, como “Imigrantes 1870/1950: os europeus em São José dos Pinhais”, foram muitas leituras com relação ao Poder Público e suas lideranças políticas, desde a época do reino, quando São José era uma vila, até os dias atuais. O foco é a questão administrativa das entidades e órgãos cujos representantes tiveram o poder da caneta, como religiosas, do Executivo, Legislativo e Judiciário. A nova obra, “Ordem e Poder – uma ideia de construção da vida política e administrativa de São José dos Pinhais”, será lançada amanhã (03), às 19h, na Câmara de Vereadores.

De acordo com a autora, este livro traz um olhar de como foi a construção da gestão política de São José dos Pinhais. “A análise acontece a partir das primeiras leis portuguesas colocadas em prática no espaço que é hoje o município (1721), até a metade de 2016, ano da conclusão do livro. São quase 300 anos de definições da Ordem ou de como viver em sociedade e organizar o espaço político e administrativo."

"O questionamento acontece quando se analisa a elaboração das leis, observando quem as elaborou e se elas surgiram para atender os interesses de toda a sociedade ou de apenas um segmento. Em relação ao Poder, busquei avaliar o perfil ou ações dos vereadores e, posteriormente, o encaminhamento dado nas ações do Executivo Municipal”, explica Maria Marochi, que estende o trabalho na discussão social do título.

“Na conclusão do livro há uma abordagem a respeito do conceito de Gestão Pública Democrática. Ela realmente existiu ou existe no processo de construção da administração pública são-joseense?”

Edições anteriores
Desde 2003, com a edição intitulada “Câmara Municipal de São José dos Pinhais 150 anos – 1853-2003”, Maria Angélica escreve livros sobre a trajetória da principal cidade metropolitana e um município fundamental na economia da capital Curitiba. Para fazer um retrato histórico da cultura são-joseense, presente também nos outros títulos, Maria Angélica mergulha nos registros sócio econômicos, incluindo levantamento em documentos antigos como de abertura de mercearias e compra de escravos no século 18. Em 2014, ela publicou “História & Memória – A busca pela construção de uma identidade de São José dos Pinhais”.

Contato de aquisição das obras históricas
Além de livrarias e pontos de venda, os livros também podem ser encomendados no telefone 3282-0420: “Imigrantes 1870/1950: os europeus em São José dos Pinhais”; “De Freguesia a Diocese – a trajetória da Igreja Católica em São José dos Pinhais 1690/2007; “Uma história de esperança: entre o nascer e o morrer – documentos oficiais e de memórias da religiosidade e da cultura em São José dos Pinhais”; “Câmara Municipal de São José dos Pinhais 150 anos – 1853/2003”; “História & Memória – A busca pela construção de uma identidade de São José dos Pinhais”; Ordem e Poder – uma ideia de construção da vida política e administrativa de São José dos Pinhais”.

PautaSJP.com

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: