Café Acessível - Mãozinha Verde, dia 04, teve como tema a Sustentabilidade


No mês de agosto, os encontros no Mercado Municipal de Curitiba, com ambientalistas, colaboradores e interessados na área, vão tratar de ações sustentáveis

Blog Single A participação é aberta e gratuita e ocorre todo sábado às 10h no Salão Poty Lazzarotto.
O Mãozinha Verde é um programa ambiental de troca de experiências e projetos com realização da Universidade Livre do Meio Ambiente (UniLivre), e iniciativa dos arquitetos urbanistas Bettina Züllig Pansera e Gilmar De Lima, para promover ações em defesa dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Baseado nos cinco eixos principais dos ODS/ONU: Água, Energia, Urbanismo, Agroecologia e Aspectos Socioambientais, o encontro Café Acessível é organizado em Curitiba todo sábado, às 10h, no Mercado Municipal, no Salão Poty Lazzarotto. Agosto tem como tema a Sustentabilidade e, no dia 04, cerca de 30 ambientalistas e profissionais da área se reuniram para o bate papo com vários depoimentos de casos de sucesso. A programação segue até dezembro no mesmo local.

“O lançamento do Café Acessível no dia 14 de julho foi um grande sucesso, com a participação de muitos profissionais e pessoas ligadas à Acessibilidade. Da mesma forma, estamos muito satisfeitos com a continuidade da proposta de integração e a presença do público interessado na Sustentabilidade e nos outros assuntos que vamos tratar até o fim do ano”, projeta Gilmar de Lima.

Entre os convidados que deram depoimentos, o engenheiro Paulo Schen relatou a importância dos processos sustentáveis no segmento da engenharia. “Há décadas, estudo os impactos e o que é possível desenvolver para amenizar os danos ou a correção dos sistemas em prol de uma indústria mais aprimorada”, diz Paulo Schen.

Cassia Graf (Cassinha), empresária do ramo de confecções, proprietária da Dentro Da Água, acrescentou sobre vestimentas e a regulação térmica. “A transpiração é um fator de geração de calor e os atletas profissionais ou atletas de fim de semana poderão consumir mais ou menos líquido de acordo com a roupa”, explica Cassinha.

A diretora da Asceme (Associação dos Permissionários do Mercado Municipal), Rose Bezecry, e proprietária da Cativa Natureza, salientou que a saúde e beleza estão diretamente ligadas ao setor de cosméticos. “Das embalagens aos resíduos pós uso, como o que é gerado nos salões de beleza, cresce a preocupação e o movimento de negócios sustentáveis”, comenta Rose Bezecry.

Os demais participantes também deram depoimentos sobre a Sustentabilidade, com referências às Educação Ambiental (professor Tim Kenny); Arquitetura Sustentável (arquiteta Maria Puga); Eco Turismo (jornalista Marcos Rosa Filho); os cuidados na compra de contêineres contaminados (engenheiro Luiz Albuquerque); indústria plástica (eco designer Cássio Rossi); usinas de reciclagem (engenheiro Fernando Carvalho); e plantio de árvores (advogada e universitária de biologia Claudia Borio).

Em julho, o tema foi Acessibilidade. Depois de agosto, com a Sustentabilidade, o mês de setembro será voltado à Água; outubro Alimentação; novembro Agroecologia e dezembro Poluição Urbana. O próximo encontro será dia 11 de agosto. Informações Facebook/ Maozinha Verde e com o coordenador e arquiteto Gilmar de Lima (41-99927-0941) / maozinhaverde@uol.com.br.


Apoio
O Programa Mãozinha Verde tem apoio de vários profissionais, marcas e instituições como CAU-PR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná); Universidade Livre do Meio Ambiente; Rotary Club Curitiba; Unicuritiba; Instituto Atmosfera2; Instituto Municipal de Turismo; ASCESME (Mercado Municipal de Curitiba); SMAB (Secretaria de Abastecimento/Prefeitura de Curitiba); CVB-Convention & Visitor Bureau Curitiba e Eco Guaricana.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: