O dia em que Beto e Fernanda Richa pararam a Rua XV, em SJP


Há quatro anos, o então governador fazia campanha de reeleição na rua central com milhares de pessoas e teve 71.064 votos na cidade

Blog Single Para ampliar o contato com os eleitores, o casal muitas vezes circulava separadamente na via
A prisão do ex-governador Beto Richa, e da ex-primeira dama, Fernanda Richa, ontem, dia 11 de setembro de 2018, acusados de corrupção, é um grande contraste do que ocorreu na mesma época, em 06 de setembro de 2014. Richa é candidato a senador e ocupa a segunda posição de intenções de votos nas pesquisas para duas cadeiras ao Senado.
Naquele sábado, há quatro anos, o casal chefe do Palácio do Governo do Estado andou pelas ruas de São José dos Pinhais em uma grande mobilização de candidatos locais a deputado estadual e federal. Foi a maior participação popular envolvendo um político na história do município, na presença de milhares de apoiadores.

Como não é mais possível fazer comício com bandas shows, se a população vai de encontro aos políticos é para vê-los. O clima era de muita confiança na reeleição, o que se tornou realidade dias depois, porque Beto se reelegeu no primeiro turno.

Em São José dos Pinhais, o candidato do PSDB somou 71.064 votos (51,28 %), mais que o dobro do que alcançaram seus adversários na candidatura a governador, sendo o senador Roberto Requião (PMDB – 38.183 votos) e a senadora Gleisi Hoffmann (PT – 25.117 votos).


Acusações
A Operação Rádio Patrulha do Gaeco (MP-PR) investiga licitações envolvendo o Programa Patrulha Rural, do governo estadual, que tratava de obras em estradas no Estado. Outra operação, mas no caso, a Lava Jato, trata de favorecimento via pagamento de propina para a empreiteira Odebrecht. Fernanda Richa é acusada de auxiliar o marido na lavagem do dinheiro desviado por meio da compra de imóveis no nome de empresas da família. Outras pessoas do staff de primeiro e segundo escalão que eram do governo também foram detidas.


Defesa
Os advogados rebatem todas as acusações e impetraram um pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça que ainda não foi julgado.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: