Eco Guaricana apresenta opções 2018/19 nas reservas ambientais particulares


Traga seu grupo para a Airumã (Curitiba), Bellatrix (Bocaiúva do Sul), Família Walker (Piraquara), Nhandara Guaricana (São José dos Pinhais), entre outras oportunidades de Eco Turismo e Educação Ambiental.

Blog Single Estações ecológicas abrem com exclusividade para a Eco Guaricana e passeios tem refeições
As estações mais quentes terão uma programação especial com a Eco Guaricana na Primavera/Verão 2018/2019. A marca soma 130 quilômetros de distância nos atrativos dos grupos de Eco Turismo e Educação Ambiental, entre os campos base, para receber pessoas de todas as idades interessadas em imersões na Natureza. As opções conectam o principal corredor de biodiversidade da capital paranaense, que une áreas urbanas com áreas de Mata Atlântica, incluindo florestas particulares, cujos proprietários abrem suas áreas com exclusividade para a Eco Guaricana.

De Bocaiúva do Sul, no Santuário Agroecológico Bellatrix, passando pela Reserva Airumã, em Curitiba, até a Reserva Nhandara Guaricana, em São José dos Pinhais, é possível estacionar os carros, trekking ou pequenas caminhadas, andar de bicicleta, ficar sem fazer nada em um café da manhã ou da tarde, jantar e pernoite em meio às estrelas.

O investimento segue entre R$ 50, com café, para conhecer a araucária mais antiga de Curitiba na Reserva Airumã, localizada em Santa Felicidade, até rapel na Cachoeira dos Ciganos, em São José dos Pinhais, por R$ 215, com todo material e treinamento. As atividades são organizadas por guias experientes. O Seguro Tokio Marine cobre desde que o participante sai de sua residência até o retorno ao fim da noite.


Confira os atrativos nestes 130 kms de distância das reservas ambientais

Santuário Agroecológico Bellatrix – Bocaiúva do Sul
Trilhas, refeições mais saudáveis, pernoite em casas coloniais e uma vista incrível e única para as montanhas do Pico do Paraná, Anhangava e Marumbi.

Reserva Airum㠖 Curitiba
A principal opção de natureza dentro de Curitiba, com possibilidade de corridas, caminhada e pedal na região da Rua Fredolim Wolf, além de refeições na estação ambiental que tem a vovó Airumã, a araucária mais antiga da capital, e uma das únicas trilhas ecológicas acessíveis em área privada do Brasil.

Santuário Família Walker - Piraquara
A reserva está no famoso Caminho Trentino. É localizada próximo ao Morro do Canal, com opções de trilhas, refeições, pernoite em casas coloniais e o aluguel via airbnb.

Nhandara Guaricana – São José dos Pinhais
A maior parte da Nhandara está dentro do Parque Nacional Guaricana. Visita na casa indígena construída por índios que moraram no local, trekking até o mirante e até a árvore ceboleiro.


Outras estações ecológicas como campo base da Eco Guaricana
Chácara Nó de Pinho – São José dos Pinhais.
A chácara fica muito perto da BR 376. A casa grande (220 m²) acomoda 20 pessoas com conforto, sendo três banheiros (incluindo suíte) e cozinha. No barracão há estrutura de cozinha profissional e vários banheiros com chuveiros. Ótima chácara para acampar e acantonar. Fim de semana (três dias sexta a domingo), até 20 pessoas, R$ 60 por visitante (20 reais por dia) = R$ 1.200,00. No mês (30 dias) até 20 pessoas = R$ 3.000,00.

Cachoeira dos Ciganos (Chácara Potenza)
Conheça a queda de água mais famosa de São José dos Pinhais a partir da sede da Cachoeira dos Ciganos, na Chácara Potenza. Visita guiada e com possibilidade também de conhecer a Nhandara Guaricana.


Vinícola Araucária
Estação Ambiental Araucária - São José dos Pinhais
Além da degustação e almoço, existem as trilhas nas cachoeiras e o mirante. O investimento inclui a experimentação de vinhos e frisante premiados mais a refeição e passeio guiado dentro da Estação Ambiental Araucária, sede da Vinícola, na Colônia Murici. As opções via a Eco Guaricana em grupos são especiais quanto aos preços de visitação.


Castelhanos
Colônia castelhanos – São José dos Pinhais
A colônia mais distante de São José dos Pinhais é dentro da Serra do Mar, na divisa com o Litoral e o município de Guaratuba. Ao longo da descida na Mata Atlântica até a Colônia Castelhanos, a Eco Guaricana organiza toda a infraestrutura, com carro de apoio, passeio guiado e o contato com os moradores locais para as refeições.


Grupos mínimos de dez pessoas e cinco anos de Eco Guaricana
A Eco Guaricana foi criada em São José dos Pinhais e em pouco tempo passou a organizar passeios e imersões na Natureza em outros municípios. Mais de 3 mil pessoas de todas as idades já estiveram na companhia da Eco Guaricana desde 2013. As parcerias com os chamados campos base são exclusivas, incluindo a utilização de reservas ambientais particulares para passeios de bike, trekking, cachoeira e outros atrativos no contato com a Natureza. Os encontros nas estações ecológicas têm café da manhã e da tarde, almoço e pernoite, estacionamento em locais privados para acampar ou acantonar.

Quem investe nos momentos do chamado bem estar ainda contribui com a sustentabilidade financeira das áreas verdes. Os proprietários utilizam a receita em iniciativas preservacionistas com retorno direto ao visitante e sociedade. Os eventos podem ter dinâmicas sobre colmeias de abelhas, flores comestíveis, bicicletas interativas, como de bambu e liquidificador, enfim, várias atrações também como proposta de Educação Ambiental.

Contato Eco Guaricana – Marcos Rosa Filho (41) 3058-4192 e 99641-9674 luci.ane@ecoguaricana.com.br. Facebook Eco Guaricana e site www.ecoguaricana.com.br. Instagram Eco Guaricana.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: