Feira de Orgânicos ganha novo espaço no centro de São José dos Pinhais


Venda de produtos na Praça Getúlio Vargas (Caixa de Água), aos sábados, de manhã, também tem foodtrucks, artesanato e serviços. Programação segue até o fim do ano.

Blog Single Produtores de orgânicos de São José fazem parte da Apromel, instituição que representa diversas chácaras da cidade
Desde a saída do terminal de ônibus de São José dos Pinhais, da Rua XV de Novembro, em 2011, o calçadão na divisa com Curitiba passou a ter menos frequentadores. O parquinho de diversões, no último sábado (20), de manhã, passou a ter a companhia de barraquinhas de artesanato, venda de serviços, food trucks, doces e salgados e produtos orgânicos. Com oito barracas específicas de produtos da roça, os compradores podem levar para casa alimentos mais saudáveis e certificados, como verduras, cogumelos, temperos, geleias, mel frutas, ovos, salames, queijos e até mesmo carne orgânica, de bichos criados sem antibióticos.

Entre os expositores do espaço verde, Angelo Zani, da Apromel, Associação dos Produtores Orgânicos e dos Meliponicultores. “Nós atendemos ao convite da Secretaria Municipal de Agricultura porque consideramos esta praça como um ótimo lugar para a implantação do projeto, vendendo para moradores de São José dos Pinhais e muitos de outras localidades que passam pela cidade no fim de semana”, projeta Angelo Zani.

Somos certificados via a Rede Ecovida e instituições como a Emater, e a Apromel conquistou o registro de utilidade pública”, acrescenta Helison Herz Girardello (Jatobá).

O casal Augusto Coelho e Simone Krelling mora no bairro Bom Jesus e prestigiou a nova feira. “Antigamente, dava receio de circular nesta região. Lembro que eu estudava no centro e a gente andava preocupado. Quanto mais oportunidades comerciais mais o município ganha”, destaca Augusto Coelho. “Trouxemos nossos filhos para brincar e pensamos em almoçar por aqui”, diz Simone Krelling.

O produtor Julio Vicente, da Madre Pérola Embutidos, tem experiência de quase duas décadas como feirante. “As feiras começam assim mesmo, com muita amizade e qualidade para fidelizar a clientela. Eu vendo também em Curitiba e esta praça é um local muito bacana”, elogia Julio Vicente.

Representante da área de auto peças, Hermann Freitag comprou na barraca de Julio. “Eu almoço quase todo sábado em um restaurante na XV e hoje vim mais cedo e fiz um lanche antes, tomei um suco e dei uma olhada nas opções em geral”, comenta Hermann Freitag.


Mais clientes nos sábados das 8h às 14
A programação vai até o fim do ano como projeto piloto em todos os sábados, das 8h às 14h, e pode ser prorrogada para 2019. Uma das comerciantes que aprovou a medida, é a gerente da loja de calçados e artigos esportivos Planeta Pé, Leia Marcondes.

“Faz 20 anos que estamos na Rua XV. A praça ficou muito bonita mas faltam atrativos. Esperamos que a proposta ganhe cada vez mais a adesão do público. Nós estamos entregando para os clientes o panfletos de divulgação”, disse Leia Marcondes.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: