Curitiba passa a contar com bikes e patinetes de aluguel


Diferente do sistema de anos anteriores, que não deu certo, licitação proporciona pegar modal em um lugar e deixar em outro

Blog Single Foto Cassiano Rosario / Gazeta do Povo
Depois de muitos anos de processo de licitação, a startup Yellow começou a atender aos primeiros usuários do serviço de aluguel de bicicletas e patinetes em Curitiba. No caso dos patinetes, são veículos elétricos. Inicialmente, serão 400 bikes e 100 patinetes disponíveis para locação. Segundo a Prefeitura, a ideia é que as duas alternativas de mobilidade, em trechos de poucos quilômetros, se somem ao uso dos ônibus, táxis e aplicativos tipo Uber.

De acordo com a Yellow, a operação de bicicletas é no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) nos bairros Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da Rua XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira. Já a locação de patinetes começa na região do Alto da Glória.

O preço é R$ 1 a cada 10 minutos para as bikes. Para o patinete, o desbloqueio é R$ 3 mais R$ 0,50 a cada minuto de uso. A Yellow funciona via aplicativo, disponível para Android e iOS. O usuário pode encontrar uma bike ou patinete na rua ou localizar o mais próximo por um mapa no aplicativo.

As bicicletas estão disponíveis em pontos privados parceiros (farmácias, restaurantes, pequenos comércios e lojas), 24 horas por dia. No caso da devolução, podem ser estacionadas em qualquer lugar dentro da área de atuação da Yellow na cidade, mas em locais onde deixar bicicletas é permitido, como paraciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via.

Os patinetes elétricos estão disponíveis todos os dias da semana das 7h às 21h em um dos 40 pontos parceiros. A Yellow vai disponibilizar todas as manhãs os patinetes nesses locais. O usuário, por outro lado, poderá encerrar a corrida em um desses pontos ou em qualquer local da área de atendimento, contanto que tome cuidado para não atrapalhar o fluxo de pedestres. No final do dia, a Yellow recolhe os patinetes para recarga, manutenção e limpeza. E na manhã seguinte, os disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.


Detalhes de uso
Depois de baixar o aplicativo, e antecipar o pagamento com dinheiro ou cartão de crédito, tem a escolha do local e qual modal a ser usado, o desbloqueio dos cadeados, por meio de um mecanismo de scanner. Infrações, como soltar a bike em local fora da cobertura, gera uma taxa de serviço de R$ 30, passível de impedimento de futuras locações

PautaSJP.com e informações Pref. Curitiba e Gazeta do Povo

Compartilhe esta notícia no Facebook: