Grupo Guaricana participa de encontro ambiental e institucional com ICMBio


Presença de diferentes entidades de SJP e região teve como tema principal as ações de estudos e manejo para abertura do Parque Nacional Guaricana

Blog Single Explanação dos potenciais de Eco Turismo do parque foi apresentada por Aroldo Fonseca, do ICMBio
São José dos Pinhais possui mais de 900 kms quadrados e, segundo o Inventário Florestal Nacional 2018, publicação do Serviço Florestal Brasileiro, 58% de cobertura florestal. Comparativamente, de acordo com o levantamento, a capital paranaense, Curitiba, com metade do tamanho, tem 18% de cobertura florestal. Entre as áreas particulares são-joseenses, existem chácaras, fazendas e áreas de mata de proprietários que empregam ações de preservação da Natureza. Recentemente, na Chácara Nó de Pinho, na Estrada Velha da Guaricana, houve encontro do Grupo Guaricana com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o tema Parque Nacional Guaricana.

Criado por lei federal em 2014, representantes de instituições ambientais ligadas ao Grupo Guaricana puderam saber mais das ações de estudos e manejo para abertura, futuramente, do Parque Nacional Guaricana. Segundo Aroldo Fonseca, analista ambiental ICMBio, o parque, que compreende as cidades de São José dos Pinhais, Morretes e Guaratuba, terá áreas de acesso ao público nos três municípios.

“Além das entradas principais, planejamos pontos específicos quanto a observação da fauna e flora, trilhas de curta e longa duração, áreas de convivência e terceirizações quanto a parte de camping e chalés. São poucos parques nacionais com cerca de 50 kms de distância de grandes cidades, como Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu, ou seja, o parque atenderá diretamente a população curitibana e metropolitana”, projeta Aroldo Fonseca.

Para Marcos Rosa Filho, criador da marca de Eco Turismo e Educação Ambiental, Eco Guaricana, os objetivos preservacionistas do ICMBio estão diretamente ligados aos interesses do Grupo Guaricana.

“O grupo tem donos de pequenas propriedades e extensas áreas. Com pouco mais de dez integrantes, estes empreendedores somam mais de 2 mil hectares, cerca de 2% das terras de São José dos Pinhais, produzindo água e oxigênio e implementando Turismo Sustentável", destaca Marcos Rosa Filho, que agradeceu a presença dos membros do Grupo Guaricana e apoiadores.

Também fizeram parte do encontro, Gary Walker (Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana – Apave Piraquara, e da Reserva Santuário Família Walker); Isolete Correa (Chácara Nó de Pinho); Ana Trelha (Conselho de Meio Ambiente e Saneamento de São José dos Pinhais - CMMAS); Patrícia Précoma (Comissão de Direito Ambiental da OAB/PR); Angelo Zani e Helison Girardello (Associação dos Produtores Orgânicos e dos Meliponicultores – Apromel); Giacomo Clausi (Grupo Ambientalista do Rio Iguaçu – Gari, da Reserva Nhandara Guaricana); entre demais convidados.

Informações Grupo Guaricana com a Eco Guaricana
Marcos Rosa Filho (41) 3058-4192 e 99641-9674 (luci.ane@ecoguaricana.com.br). Facebook Eco Guaricana e www.ecoguaricana.com.br. Instagram Eco Guaricana.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: