Eco Guaricana anuncia campo base em Bocaiúva do Sul


Começaram agendamentos ao 2º semestre para grupos conhecerem o Santuário Agroecológico Bellatrix. Day use também com per noite e visita ao observatório e telescópio.

Blog Single Visitantes poderão acompanhar a produção agroecológica de mudas nativas
A Eco Guaricana chega ao sexto ano como marca de Eco Turismo e Educação Ambiental e anuncia a formalização de parceria com seu sexto campo base. A novidade é a reserva particular Santuário Agroecológico Bellatrix, de 89 hectares em Bocaiúva do Sul, região metropolitana de Curitiba. Além do day use para percorrer trilhas por diferentes trechos e belezas naturais, a estação ambiental possui três casas tipo coloniais para passar a noite. Falando nas opções noturnas, a contemplação da Natureza ganhará momentos especiais na visita ao observatório e a experiência de ver as estrelas no telescópio. A parceria trará oportunidades exclusivas via a Eco Guaricana.

De acordo com o ambientalista e criador da Bellatrix, Leonardo Clausi, está sendo implantada uma grande diversidade de serviços nesta Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) baseados nos diversos atrativos naturais. As árvores, como araucárias e imbuias, e espécies de animais, como as arapongas, estão mapeadas.

“A estação ambiental é um remanescente de Mata Atlântica da região do Vale do Ribeira que visa o equilíbrio pleno entre produtividade, agrofloresta e desenvolvimento humano por meio da Yoga, espiritualidade e integração com a Natureza”, destaca o empreendedor, que planejou as obras de bioconstrução. “Teremos retiros de meditação e práticas integradas em harmonia com o ambiente natural, sendo realizadas não só por mim, mas por uma excelente equipe de colaboradores e parceiros.”

A estrutura tem salão principal, cinco residências coloniais com fogão a lenha, e o bangalô Casa Lua fica pertinho do rio, vestiário e banheiros, e um restaurante ao lado de um viveiro como estufa de alimentos e ervas. “Construímos a estufa para a produção agroecológica de mudas nativas em viveiro com o intuito da restauração ambiental, além de promover vivências de educação e sensibilização como recursos pedagógicos para pesquisadores, universidades e escolas”, anuncia Leonardo Clausi.


Outros cinco campos base
Desde 2013, a Eco Guaricana leva grupos em São José dos Pinhais para a Chácara Potenza (01/06) onde está a famosa Cachoeira dos Ciganos (área de 800 hectares). Na Reserva Nhandara Guaricana (290 hectares – 02/06) tem a Casa Indígena. Na Chácara Nó de Pinho (20 alqueires – 03/06) tem casarão e estrutura para acomodar 20 pessoas. Em Piraquara, o campo base é o Santuário Família Walker (25 alqueires – 04/06), no Caminho Trentino, próximo ao Morro do Canal, com duas casas coloniais para acomodação. Em Curitiba, as atividades ocorrem na Reserva Airumã (05/06), Santa Felicidade, sede da araucária mais antiga da Capital (400 anos); também sede da Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e RM (Apave), que reúne dezenas de RPPNs. E agora, ao Santuário Agroecológico Bellatrix (06/06), em Bocaiúva do Sul.


130 km de florestas particulares conectadas e mais de 2 mil hectares
Milhares de pessoas de todas as idades já estiveram na companhia da Eco Guaricana para vivências em áreas verdes. Quem investe nos momentos do chamado bem estar ainda contribui com a sustentabilidade financeira das localidades. Os proprietários utilizam a receita em iniciativas preservacionistas com retorno direto ao visitante e sociedade.

As parcerias com os chamados campos base são exclusivas, incluindo a utilização de reservas ambientais particulares (RPPNs) para passeios de bike, trekking, cachoeira e outros atrativos no contato com a Natureza.

Os encontros nas estações ecológicas têm café da manhã e da tarde, almoço e pernoite, estacionamento em locais privados para acampar ou acantonar. A condução é feita por guias experientes em áreas remotas.

Os eventos podem ter dinâmicas sobre colmeias de abelhas, flores comestíveis, bicicletas interativas, como de bambu e liquidificador, enfim, várias atrações também como proposta de Educação Ambiental.
Em cinco anos, mais de 3.000 adultos e crianças, incluindo mais de 500 alunos de colégios particulares, estiveram na companhia da Eco Guaricana, em grupos via a Eco, de amigos e familiares, ou de entidades e núcleos educacionais.


Contato
Eco Guaricana – Marcos Rosa Filho (41) 3058-4192 e 99641-9674 luci.ane@ecoguaricana.com.br. Facebook Eco Guaricana e site www.ecoguaricana.com.br. Instagram Eco Guaricana e Youtube Eco Guaricana.

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: