Cerca de mil ciclistas pedalaram na abertura da Ciclo Rota Nascentes do Iguaçu


Lançado trajeto de 42 km sinalizado e possibilidade de mais 200 km entre as cidades de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras

Blog Single Inauguração reuniu representantes das cidades e dezenas de grupos de bike
Perto de mil ciclistas prestigiaram ontem (18) de manhã a inauguração da Ciclo Rota Nascentes do Iguaçu, ideia antiga trabalhada por vários grupos e instituições da área de mobilidade urbana, como a Ciclo Iguaçu e Ciclo Vida, marcas parceiras da Universidade Federal do Paraná. O conceito é baseado no modelo de Santa Catarina, o Vale Europeu, em que os bikers saem cedo de um município para tomar café em outro município, almoçar na cidade vizinha e encerrar o pedal e jantar e dormir em outro.

As Prefeituras de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras se uniram para sinalizar 42 km do trajeto oficial e monitorar demais trajetos que somam mais de 200 km de distância, por atrativos como restaurantes e belezas naturais e culturais como parques, igrejas e montanhas.
Na Ciclo Rota Nascentes do Iguaçu os visitantes poderão escolher entre a Rota Cervejeira, a Rota das Montanhas, a Rota do Parque das Águas e demais rotas, além de se aquecer para um roteiro complementar em direção ao Litoral pela Estrada da Graciosa.

O presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Gilson Santos, destacou a vontade de que o trajeto seja referência para outros na Região Metropolitana de Curitiba. “O cicloturismo já é uma realidade e alternativa para diversos municípios. Temos que incentivar cada vez mais este tipo de atividade, principalmente, quando vemos um trabalho tão bem realizado como este, enfatizou Gilson Santos, acompanhado dos prefeitos Marquinhos Tesserolli (Piraquara), Marly Paulino (Pinhais) e Angelo Andreatta (Quatro Barras).

“O deputado estadual Goura (Jorge Brand), um dos fundadores da Ciclo Iguaçu, lembrou que a integração entre as prefeituras é símbolo de políticas públicas tendo como foco o desenvolvimento social. “A mobilidade e o bem estar da população gerando o cicloturismo e renda aos cidadãos, sem esquecermos do respeito no trânsito e mais segurança aos ciclistas, pedestres e motoristas.”

O arquiteto Ricardo Mesquita participou da pedalada de inauguração. “Há mais de dez anos que eu não andava de bicicleta. Este projeto é muito interessante e deveria ser replicado por toda a região”, falou Ricardo Mesquita.

Diego Santos, do grupo Aventureiros de CWB, veio de bicicleta com a esposa Patrícia Martins. “O montanhismo na Serra do Mar ganha com a ciclorota, pois vai divulgar o potencial turístico como um todo”, disse Diego Santos.


Futuramente 360 graus no entorno de Curitiba
O deslocamento por estas cidades forma o que seria o primeiro trecho em 360 graus a partir da capital Curitiba, a Rota Leste. Caso São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Fazenda Rio Grande, Araucária, Lapa, Campo Largo, Campo Grande, Almirante Tamandaré, Colombo e Campina Grande do Sul organizem as rotas Sul, Oeste e Norte, os ciclistas, a partir do asfalto curitibano, terão milhares de kms de estradas de terra na região metropolitana.

Pontos sinalizados que ampliam os trajetos
Em Pinhais, os trechos são divididos em quatro: Cervejeira (9,9 km), Caminho das Águas (15,6 km), Ecológica (7,3 km) e Curitiba-Parque das Águas (5,9 km). Em Piraquara, são cinco: Parque das Águas Piraquara (18 km), Mananciais da Serra (20 km), Túnel da Roça Nova (26,4 km), Colonização Trentina (14,2 km) e Morro do Canal/Aldeia (8,6 km). Em Quatro Barras: Montanhas (12 km), Caminho do Itupava (9,3 km), Graciosa Mata Atlântica (24,3 km) e Circular Quatro Barras (19,3 km).

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: