Meio Acadêmico se une em prol da prevenção, dicas e doações contra o coronavírus


Universitários e profissionais, incluindo de São José dos Pinhais, agilizam máscaras e lançam apoio às comunidades

Blog Single A fisioterapeuta Maiara Gaspar em vídeo publicado na iniciativa Unidos Pela Saúde
O setor educacional tem se mobilizado frente ao coronavírus. Na área laboratorial, as instituições e universidades estão empenhadas na busca por vacinas para amenizar os efeitos do Covid-19 no organismo. Em outras áreas acadêmicas, ocorre fabricação de máscaras aos profissionais da saúde, e demais profissionais do setor estão envolvidos na prevenção e esclarecimentos quanto a doença. Até a última terça (28), a Secretaria de Saúde do Paraná atualizou o cenário de 1.271 pessoas infectadas em 123 municípios paranaenses, destas, 851 estão recuperadas e liberadas do isolamento. São 77 mortes no Estado, sendo 22 em Curitiba.

A fisioterapeuta Maiara Gaspar, que atende em uma clínica de São José dos Pinhais, foi uma das profissionais que gravou vídeo, e com tradução em libras, para orientar quanto aos contágios e opções de exercícios em casa.

“O projeto se tornou um canal de comunicação e a ideia foi da fisioterapeuta Sahara Alves como forma de prestar informações de qualidade à sociedade em meio à pandemia. O envolvimento ganhou força. Além da parte de fisio, os psicólogos também gravaram com tradução em libras e todo o conteúdo é gratuito no site unidospelasaude.com.br e nas redes sociais de mesmo nome”, explica Maiara Gaspar, que acrescenta a participação de alunos mestrandos e doutorandos do Programa de Pós-graduação em Tecnologia em Saúde (PPGTS) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

A editoria denominada Quarentena apresenta movimentos a serem feitos por crianças, adultos e idosos, e participação de psicólogos que dão informações de como se adequar ao isolamento social. A psicóloga Lorena Mota e o tradutor intérprete Alexsander Pimentel dão dicas de fazer a quarentena de forma produtiva. “Há mais tempo para organizar e desenvolver projetos, pesquisando e se atualizando, o que pode ser uma alternativa para que tantas informações negativas do coronavírus não causem irritação e nervosismo”, fala Lorena Mota.


Máscaras de acrílico aos profissionais da Saúde
A Faculdade da Indústria de São José dos Pinhais, por meio do Fablab, laboratório entre estudantes, empresas e comunidades, entregou para a Prefeitura de São José dos Pinhais, 45 máscaras tipo face shield e vários filamentos para a produção de máscaras viseiras que vão gerar 600 peças, no uso de profissionais de saúde pública do município.

Informações
https://www.unidospelasaude.com.br/

PautaSJP.com

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: