Com estiagem, água de pedreira é usada para aumentar vazão no Rio Miringuava


Sanepar também vai transpor os recursos naturais do Rio Pequeno e Rio Miringuava Mirim para ampliar captação, mas, por enquanto, em SJP, rodízio dia sim e dia não vai continuar

Blog Single Ação deve aumentar em 100 litros por segundo a captação
São José dos Pinhais e outras cidades apresentam a maior estiagem das últimas décadas e com a diferença, em relação às crises anteriores, que o número de consumidores de água é maior que 5 milhões de pessoas na Região Metropolitana e Curitiba. A rede que abastece a Capital depende do Rio Miringuava, que nasce perto da Serra da Guaricana, corta a Colônia Murici e desagua no Rio Iguaçu, depois de 25 quilômetros. Como a vazão na localidade caiu cerca de 70% neste ano, a Sanepar adotou medida emergencial de transpor água ao Miringuava de pedreira particular desativada na Colônia Malhada.

Segundo gerente de produção da estatal, Fabio Basso, a medida aumenta em 100 litros por segundo a captação além de outras ações de transposição. “Instalamos bomba flutuante de 600 metros para adução da lagoa da pedreira Malhada até um afluente do Rio Miringuava, e também estamos injetando água com caminhões-pipa diretamente na rede de distribuição nas regiões mais altas de São José dos Pinhais. Nos próximos 45 dias, faremos mais duas transposições, sendo do Rio Pequeno e do Rio Miringuava Mirim para ampliar em 300 litros por segundo a captação no Miringuava”, projeta Fabio Basso.


Efeito coronavírus
Os rodízios no começo do ano, que alcançam até a região Norte de Curitiba, como Santa Felicidade, eram a cada quinze dias, depois passaram a ser semanais e se tornaram a cada dois dias. De acordo com a Sanepar, a pandemia do coronavírus potencializou os efeitos da seca e falta de chuvas com menos água nas torneiras. O consumo residencial no Paraná cresceu 11%. Os dados são de abril 2020, em comparação com o mesmo mês do ano passado.


Rodízio em SJP hoje (20) até sexta (22)
Início paralisação dia 20 às 16h até retorno dia 22 às 4h: Cidade Jardim; Centro; São Domingos; Aristocrata; Aeroporto; Águas Belas; Barro Preto; Arujá; Del Rey; Quississana; Costeira; Ouro Fino; Afonso Pena, Independência; Boneca do Iguaçu; Iná; Aviação; Rio Pequeno e São Cristovão.

PautaSJP.com e informações da Sanepar

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: