São José dos Pinhais representa 4% de mortes paranaenses por coronavírus


Em meio a queda geral no Paraná, último boletim epidemiológico mostra que cidade vai romper 3 mil casos positivos, com 139 óbitos e 3.306 no Estado

Blog Single Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Apesar de diminuição dos índices de contaminação e reabertura quase total do comércio e serviços em todas as cidades da Região Metropolitana de Curitiba, São José dos Pinhais mantém números altos de contaminação pelo coronavírus. Segundo a Secretaria da Saúde, no sábado (29) eram 2.960 testes positivos, na segunda (31) 2.628 e ontem (1º) 2.960, ou seja, a cidade vai romper os 3 mil casos de contaminação.

O mapa coronavírus denominado Painel Covid Prefeitura de São José dos Pinhais, até ontem, mostra 139 óbitos, 18 internados, 564 infectados em isolamento domiciliar, 2.239 pacientes recuperados. Entre os 2.960 casos confirmados, média de 41 anos de idade. O mapa também trata de 2.196 casos em investigação e 3.535 testes negativos. São José dos Pinhais teve a primeira confirmação de infectado por coronavírus dia 30 de março e a primeira morte em 29 de abril.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o Paraná acumula 132.145 diagnósticos positivos e 3.306 mortes em decorrência da doença. Agosto encerra cinco meses e meio de pandemia com queda no número de óbitos pela terceira semana epidemiológica consecutiva, redução na média móvel de mortes e estabilidade de novas infecções.
Houve redução de 2,2% nas confirmações da doença e 11,7% nas mortes entre as semanas epidemiológicas de 23 a 29 de agosto e 16 a 22 de agosto. A semana passada registrou o acumulado mais baixo de casos desde 02 a 08 de agosto, com 12.959 casos. As mortes despencaram com mais intensidade e chegaram a 219 na semana encerrada no sábado (29), contra saldo de 355.

Para a secretária municipal da Saúde de São José dos Pinhais, Débora Cristina Chemin, a diminuição da curva de contaminação é um alento diante da constatação há poucos dias de 31 internados nas UTIs, mas o quadro regional ainda é complexo. “Temos de manter a higiene e o distanciamento social para que a curva comece a apontar para baixo mais consistentemente. Não é porque aqui ao lado, em Curitiba, entraram na bandeira amarela, que o são-joseense vai se sentir imune”, falou Débora Cristina Chemin.

Painel Covid Prefeitura de São José dos Pinhais

PautaSJP.com e informações Prefeitura e Estado

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: