Rotary realiza amanhã (22) ação de conscientização ambiental na Cidade Jardim

Blog Single
Informação será a ferramenta do Rotary Iguaçu e Rotaract Afonso Pena para reduzir esgotos irregulares e promover a despoluição do Rio Iguaçu

Durante toda a manhã deste sábado (22), voluntários rotarianos percorrerão residências do bairro Cidade Jardim levando uma informação que pode transformar a qualidade de vida daquela comunidade. Uma simples ligação correta na rede de esgoto pode evitar diversos problemas, especialmente os ambientais, como a poluição de áreas e rios. Moradores do bairro poderão participar do programa ‘Vida ao Rio’, uma das ações sócio-ambientais desenvolvidas pelo Rotary Iguaçu e Rotaract Afonso Pena.
Hoje, ainda são muitas as casas na Cidade Jardim que possuem ligações de esgotos irregulares, o que acaba por elevar drasticamente o nível de poluição dos rios, principalmente do Rio Iguaçu, o mais extenso de todo o Paraná. Grande parte dos moradores do bairro não sabe que a adequação precisa vir do próprio cidadão – que precisa apenas interligar sua rede particular à rede coletora da Sanepar, que passa em frente à sua residência. Alguns moradores até sabem que precisam fazer, mas não sabem como proceder. Já muitos outros não conhecem nem mesmo a importância de preservar.
“Vamos levar até eles a informação correta e dar todas as dicas de como se adequar, assim como explicar a importância ambiental deste ato”, conta a presidente do Clube de Senhoras do Rotary Iguaçu, Elizabete Cortez. “Já retiramos muito lixo do rio, plantamos mudas e colocamos lixeiras ao seu redor, promovemos a revitalização do Canal Extravassor e agora queremos conscientizar a população quanto aos perigos do esgoto irregulares”, conta ela, lembrando que o projeto ‘Vida ao Rio’ foi criado em 2005.
Recuperar, preservar e monitorar a conservação da qualidade da água e sua melhor utilização é a premissa que norteia o grupo de rotarianos enquanto realiza programas de mobilização social junto às comunidades. “Unidos podemos somar forças e resultados”, acredita o presidente do Rotary Iguaçu, Luiz Cortez. “Trabalhar em favor do meio ambiente é trabalhar em favor de nós mesmos.”
Neste momento, o projeto – desenvolvido em conjunto com os Rotary de Foz do Iguaçu e Puerto Iguaçu, na Argentina – contará com a parceria da Sanepar, auxiliando na instrução aos moradores e ampliando sua rede coletora de esgoto. “Promover parcerias e integrar os setores da sociedade para a adesão e a implementação de projetos é uma de nossas intenções”, completa Cortez.
O projeto ‘Vida ao Rio’ tem como objetivo principal a utilização racional e ambientalmente correta dos recursos hídricos que formam a Bacia do Rio Iguaçu.

O Rio Iguaçu
Afluente do rio Paraná, o Iguaçu é formado pelo encontro dos rios Iraí e Atuba, na parte leste de Curitiba, junto à divisa com Pinhais e São José dos Pinhais. Seu nome vem do termo indígena “água grande”. Ele nasce no Planalto de Curitiba, próximo à Serra do Mar. Após 1.200 quilômetros, deságua no Rio Paraná, servindo como divisa entre Paraná, Santa Catarina, e fronteira entre Brasil e Argentina. O Rio Iguaçu representa uma grande fonte de energia hidrelétrica para a Região Sul do Brasil. A suas margens estão situadas as cidades de Porto Amazonas, São Mateus do Sul, União da Vitória, Porto Vitória e Foz do Iguaçu.
[Mauren Lucrecia, especial para o PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: