Desafios do cotidiano

Blog Single
Adelino Venturi*

Passado o momento de descontração e lazer - o período do Carnaval - todos de bom senso, de pés no chão, reiniciam o labor do cotidiano, cada um na sua atividade. Para nós, que atuamos no ramo imobiliário, abrem-se as portas de um novo tempo. E não se ouve falar em crise, porque ela está mais na preocupação e no medo das pessoas do que na própria realidade.

Há crise, sim. Mas não é o bicho de se4te cabeças que muitas vezes se tenta apresentar ao grande público. Para os agentes imobiliários, o que se chama de crise é um desafio de todos os dias, porque nos habituamos a superar obstáculos, com a consciência de que somos habilitados para assumir a responsabilidade de fazer do nosso trabalho um grande negócio, para nós e nossos clientes.

Não somos, porém, um segmento isolado. Nossas andorinhas formam um grande contingente e fazem um bom verão. Todavia, somos dependentes de fatores que estão fora do nosso alcance, além das nossas possibilidades.

Em suma: a iniciativa privada depende das ações do poder público. E, muito em particular, das chamadas políticas sociais: educação, saúde, saneamento, segurança e habitação. Essas são questões básicas, vitais, portanto, para qualquer atividade na esfera do desenvolvimento econômico e social de uma cidade, de um País, enfim.

Nesse contexto, a altíssima prioridade abrange duas dessas políticas: educação e saúde. Não há diferente em qualquer lugar.A educação promove o conhecimento para a vida pessoal e profissional, ou seja, capacita as pessoas para o mercado de trabalho, para o empreendedorismo.

A saúde equaliza as pessoas para o exercício de suas atividades laborais, para a vida comunitária e social.
As demais políticas sociais são, também, importantíssimas para que se possa oferecer aos cidadãos um conjunto de benefícios para sua vida social e profissional.

É necessário, portanto, que nós da sociedade civil organizada fiquemos sempre a postos para compartilhar com o governo, em seus vários níveis, dos esforços em favor de políticas sociais competentes.
Somos parceiros, enfim, para enfrentar os desafios do cotidiano da nossa cidade, do nosso País.

*Adelino Venturi é professor, empresário e membro do Conselho Deliberativo da Associação Comercial, Industrial, Agrícola e de Prestação de Serviço (Aciap), de São José dos Pinhais

Compartilhe esta notícia no Facebook: