PautaSJP.com entrevista DeRose

Blog Single
O escritor e educador é uma das principais referências de Yôga no mundo. A sua técnica própria é o Método DeRose

No dia 24 de julho houve o lançamento na Unidade Champagnat do Método DeRose, de mais um livro do Mestre DeRose, Viagens à Índia dos Yôgis. DeRose é paulista de origem e proprietário de várias sedes de Yôga no Brasil, outros países da América do Sul, nos Estados Unidos e Europa. Em Curitiba são seis unidades.

A nova edição faz parte das experiências do escritor em dezenas de viagens à Índia. Imerso na cultura local, teve acesso a lugares, Mestres e ensinamentos mais restritos, normalmente bloqueados aos ocidentais. Antes de atender a diversos alunos e leitores, Mestre DeRose concedeu uma rápida entrevista exclusiva para o site.

PautaSJP.com - O que é o método DeRose?
DeRose – É uma integração entre conceitos filosóficos e técnicas. Nada é novo, pois tudo provém de uma cultura milenar do noroeste da Índia, no vale do Indo. São técnicas de respiração, descontração e concentração, e o que chamamos de técnicas orgânicas (corporais). Portanto são culturas formadas por atitudes, posturas e crenças que levamos para a vida pessoal e profissional.

PautaSJP.com - Entre outros trabalhos publicados o que representa o livro?
DeRose – São viagens que fiz à Índia em um mergulho na cultura hindu que incluiu vilas remotas e mosteiros nos Himálayas. Eu passei por muitas montanhas e florestas, até escolas em diversas regiões.

PautaSJP.com - Como é a música na Yôga ?
DeRose – Muito importante como forma de arte integrada à técnica. O método DeRose também se utiliza da escultura, pintura, desenhos entre outras possibilidades.

PautaSJP.com - Cultralmente o curitibano é mais retraído quanto a experimentações, mas na Capital você possui vários núcleos de ensino, como é esse sucesso?
DeRose – Em 1975 quando vim a Curitiba pela primeira vez fiquei encantado com a receptividade das pessoas, e sinto isso até hoje. Então de certa forma não conheço muito essa característica do que falam do curitibano ser tão retraído.

PautaSJP.com - E a Universidade de Yôga?
DeRose – Hoje gostaria de falar mais do livro e em outra oportunidade podemos conversar sobre a universidade. Em Curitiba a universidade é um sucesso.


Viagens à Índia dos Yôgis
Ao revelar aspectos de um país mágico, repleto de belezas naturais, templos, ruínas de antigas civilizações e pleno da sabedoria milenar, a obra esclarece o porquê de tanta gente ter desejo de se lançar em aventuras pela Índia. Ao longo dos capítulos, DeRose registra suas impressões sobre o que vivenciou em tantas viagens e parece transportar o leitor para aquelas paisagens, fazendo-o vivenciar as experiências de quem se aprofundou na cultura hindu intensamente.


Histórico
Com quase 50 anos de magistério, mais de 20 livros escritos e 24 anos de viagens à Índia, recebeu o reconhecimento do título de Mestre em Yôga (não-acadêmico) e Notório Saber pela FATEA – Faculdades Integradas Teresa d’Ávila (SP), pela Universidade do Porto (Portugal), pela Universidade Lusófona, de Lisboa (Portugal), pela Universidade Estácio de Sá (MG), pela UniCruz (RS) e pelas Faculdades Integradas Coração de Jesus (SP).
Possui título de Comendador e Notório Saber em Yôga pela Sociedade Brasileira de Educação e Integração; e de Comendador pela Academia Brasileira de Arte, Cultura e História.

Recebeu a Medalha Tiradentes pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e a Medalha da Paz, pela ONU Brasil.

Foi fundador do Sindicato Nacional dos Profissionais de Yôga e da primeira Confederação Nacional de Yôga do Brasil.

Informações www.uni-yoga.org.br

[PautaSJP.com]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: