SEMU atende casos suspeitos da gripe A em SJP

Blog Single
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência passa a atuar como posto municipal de atendimento referenciado para doença, que já tem seis casos confirmados na cidade

A partir de hoje, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SEMU), localizado na Rui Barbosa, é o posto de referência para o atendimento de casos suspeitos da Influenza A (H1N1) em São José dos Pinhais. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram confirmados seis casos da doença no município. O número de infectados na Região Metropolitana de Curitiba chega a 45, sendo registradas quatro mortes em todo Paraná. Em SJP, nenhuma morte pela gripe A foi confirmada até agora.

Em nota, a Prefeitura de SJP informa que está tomando as medidas preventivas necessárias a controlar a expansão do vírus na cidade. Dentre as ações estão reuniões de orientação às unidades e profissionais de saúde, com o repasse de materiais informativos. Reuniões de esclarecimento também estão acontecendo nas escolas municipais e nas comunidades, que também recebem material informativo sobre os cuidados para prevenção da nova gripe.

Todos os casos de suspeita são acompanhados pelo Setor de Epidemiologia, do Departamento de Saúde Comunitária da Secretaria Municipal de Saúde. Segundo a nota divulgada ontem (28), as pessoas que tiveram diagnóstico positivo foram medicadas e passam bem.


Diagnósticos mais rápidos
O Paraná tem agora possibilidades de detectar o vírus da influenza A mais rapidamente. Isso porque o Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) começou nesta semana a realizar os exames para diagnóstico da nova gripe. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, cerca de 450 amostras estão sendo analisadas pelo Lacen e os resultados dos exames devem sair nos próximos dias.

O Lacen é o quarto laboratório do País a realizar este tipo de exame e o primeiro a ser descentralizado. Neste primeiro momento, o Laboratório realizará diagnósticos apenas nas amostras coletadas no Estado. “Estamos com uma grande demanda de exames. Desde 16 de julho foram enviados para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apenas as coletas dos casos graves e das mortes por insuficiência aguda grave, pois precisavam ser priorizadas.

As outras amostras ficaram armazenadas no Lacen, que já estava se organizando para realizar os exames”, explica o diretor Marcelo Pilonetto. Segundo ele, o laboratório – que adquiriu insumos para realizar até 4.500 exames - terá 15 dias para normalizar os diagnósticos.

Para a realização dos exames o Governo do Paraná investiu R$ 320 mil. Os equipamentos, que são importados dos Estados Unidos, já haviam sido adquiridos pelo laboratório em 2004 e 2006. “Os exames são feitos com tecnologia de ponta, por isso a margem de acerto chega a 99%”, ressalta o diretor.


Os sintomas da Influenza A são:
Febre elevada e tosse ou dor de garganta, associados a pelo menos dois dos seguintes sintomas: calafrios, mialgia (dor nos músculos dos ombros, pescoço, testa ou outros), artralgia (dor associada a uma ou mais articulações do corpo), diarréia, mal estar geral, vômitos, náuseas, adinamia (redução de força muscular), astenia (fraqueza orgânica), dispnéia (desconforto para respirar), dor torácica, prostração, cianose (sintoma marcado pela cor azul-arroxeada da pele), inapetência (falta de apetite), cefaléia (dor de cabeça), coriza e conjuntivite. Sintomas estes, associados ou não, a história de viagem para países e/ou estados onde haja registro de casos de Influenza A (H1N1) e que tenha histórico de exposição a um caso sintomático de doença respiratório aguda nos últimos sete dias.


Cuidados a serem tomados:
- Lave as mãos frequentemente com água e sabão;
- Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável;
- Não compartilhe copos, talheres e objetos de uso pessoal;
- Evite tocar seus olhos, nariz e boca sem, antes, lavar as mãos;
- Só use medicamento com orientação médica;
- Mantenha as janelas abertas em casa, no trabalho e no ônibus;
- Em caso de dúvida, procure o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SEMU da Avenida Rui Barbosa, que funciona 24 horas.

[PautaSJP.com - Jornalista Mauren Lucrecia, com informações da Agência Estado]

[Foto SAMU - Mauren Lucrecia]

Mais imgens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: